A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/07/2015 16:30

Juiz marca para dia 28 audiência de políticos envolvidos em escândalo

Filipe Prado

A primeira audiência de julgamento do caso do escândalo da exploração sexual, envolvendo o ex-vereador Robson Martins, ex-deputado estadual Sérgio Assis e o ex-vereador Alceu Bueno, foi marcada para o final deste mês. Os empresários Fabiano Viana Otero e Luciano Pageu são os únicos que continuam presos, após o crime.

O advogado de Pageu, Antônio César Jesuíno, apontou que a audiência foi marcada para o dia 28, às 14h, no Fórum. Por enquanto, alegou o advogado de Robson, José Roberto Rosa, o processo está parado, até o dia da audiência.

Escândalo sexual - Robson e o empresário foram preso em flagrante pela equipe da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) depois de Alceu Bueno denunciar extorsão. No dia 16 de abril, após conversarem na praça de alimentação do hipermercado Walmart, os três rumaram para o estacionamento. No carro de Alceu, Luciano pegou envelope com R$ 15 mil, distribuídos em 300 cédulas de R$ 50.

O enredo da “cobrança” era denúncia de sexo com adolescentes de 15 anos e pagamento de R$ 100 mil. Conforme inquérito policial anexado ao processo, Fabiano Viana Otero, preso no dia 26 de abril, teria induzido duas adolescentes a saírem com diversas pessoas, incluindo o vereador. O detalhe era de que uma micro-câmera deveria ser levada nos encontros.

Alceu Bueno disse já ter pago R$ 100 mil a dupla e o motivo foi de que uma cafetina teria vídeos de Alceu mantendo relações sexuais com as menores de idade. Porém, o vereador desconfiava que a cafetina fosse fictícia, ou seja, de que a chantagem era orquestrada por Robson e Luciano.

Com os escândalos, Alceu renunciou ao mandato na Câmara Municipal. A investigação também resultou no indiciamento do ex-deputado estadual Sérgio Assis por exploração sexual de adolescentes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions