A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

22/04/2011 11:21

Júri de acusado de matar garota de programa é adiado pela quarta vez

Nadyenka Castro

Julgamento ficou para 6 de maio

Leonardo Leite Cardoso já teve o júri adiado quatro vezes. (Foto: Marcelo Victor/ Arquivo)Leonardo Leite Cardoso já teve o júri adiado quatro vezes. (Foto: Marcelo Victor/ Arquivo)

A pedido do MPE (Ministério Público Estadual), o júri popular de Leonardo Leite Cardoso, acusado de matar a garota de programa Claudinéia Rodrigues, foi adiado pela quarta vez. Agora, o julgamento ficou marcado para 6 de maio.

Primeiramente Leonardo iria a júri popular ainda em 2009, ano em que ocorreu o crime. No entanto, ele e os outros dois envolvidos recorreram ao Tribunal de Justiça da sentença de pronúncia e a sessão foi adiada.

Outras datas foram marcadas, sendo todas adiadas. A última foi no dia 1º de abril, quando foram julgados Fernando Pereira Verone e Hugo Pereira da Silva.

Leonardo também seria levado a júri, mas ele faltou alegando problemas de saúde e então ficou decidido que o julgamento dele seria no próximo dia 27.

O promotor do caso, Douglas Oldegardon Cavalheiro dos Santos, pediu adiamento alegando compromissos institucionais e o juiz Aluízio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, deferiu e a sessão ficou para 6 de maio.

O caso- Claudinéia foi morta a pedradas em um matagal atrás do Aeroporto Internacional de Campo Grande na noite do dia 9 de maio. O corpo foi encontrado na manhã seguinte e os acusados presos um mês depois.

Ela foi morta sem motivo. Os garotos pegaram ela e uma colega no centro da Capital, mas a amiga pulou do carro em movimento ao suspeitar de que algo não estava certo.

A prostituta foi levada para a área desabitada e morta. Hugo foi absolvido, pois ficou comprovado que ele não participou das agressões e nem queria que elas acontecessem.

Já Fernando foi condenado a 13 anos e seis meses de prisão, mas está em liberdade devido a um habeas corpus.



Cade a foto e o endereço do Fernandinho Beira de Estrada? como ele é advogado,
tem o caso do tarado da UFMS para defender. Ele tem experiencia neste tipo de crime e com certeza ele consegue tambem pro seu cliente o Habeas de 13 anos em Liberdade.
 
Gilberto DIAS em 23/04/2011 03:19:05
TEM ALGUMA COISA ESTRANHA COM ESSE JULGAMENTO. SERA QUE OS RÉUS SÃO RICOS ?. SERÁ QUE A VÍTIMA ERA POBRE?. TEM COISA QUE É MELHOR NÃO ENTENDER.
 
JAMES AMAURI em 22/04/2011 11:40:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions