A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

08/10/2015 19:30

Justiça bloqueia R$ 2,8 milhões da Prefeitura para pagar pessoal da Solurb

Flavio Paes

A Justiça do Trabalho determinou que a Prefeitura de Campo Grande deposite em juízo no prazo de 24 horas, R$ 2,8 milhões para o pagamento dos salários e do ticket alimentação dos 1.080 funcionários da CG Solurb. Se a sentença não for cumprida, haveria cobrança de multa de R$ 100,00 por cada trabalhador prejudicado.

A decisão liminar foi concedida numa ação impetrada pelo Steac (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul). Os funcionários decidiram entrar novamente em greve até o recebimento dos seus salários. O prefeito Alcides Bernal  já anunciou que amanhã deposita em juízo R$ 1,5 milhão para o pagamento dos salários dos trabalhadores. 

 O Sindicato entrou ontem , quarta-feira, com ação na 4ª Vara do Trabalho de Campo Grande, pedindo o bloqueio dos recursos para garantir o pagamento dos tickets (que deveria ter sido liberado no último dia 1º) e dos salários.
No mês passado,quando ficaram em greve por duas semanas, os trabalhadores só conseguiram também depois da Justiça do Trabalho ter determinado o bloqueio de recursos da Prefeitura para garantir os salários. Na ocasião houve o bloqueio de R$ 1,5 milhão. Desta vez o valor é maior porque incluiu o custo do ticket alimentação, que custa em torno de R$ 440 mil e a cesta básica também oferecida aos funcionários.

Este é segundo bloqueio de recursos da Prefeitura determinado pela Justiça nesta semana, relaconado com a coleta de lixo da cidade. Há uma semana  o Tribunal de Justiça, bloqueou R$ 19 milhões também para garantir pagamentos para a Solurb.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions