A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/08/2011 21:02

Justiça condena acusados pela morte do adolescente Paulinho, no Tarumã

Paula Maciulevicius

“Não vão devolver a vida do meu filho, mas é justo”, desabafa a mãe

Menino levou um tiro depois que bandido assaltou mercearia no Tarumã, em fevereiro do ano passado. (Foto: Arquivo Pessoal)Menino levou um tiro depois que bandido assaltou mercearia no Tarumã, em fevereiro do ano passado. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Eu não consegui parar de chorar, esperei tanto por isso”, desabafa Maria Aparecida dos Santos, mãe do menino Paulinho, assassinado em fevereiro do ano passado, no bairro Tarumã, na Capital.

A comoção é por ter visto finalmente a condenação dos acusados de matarem o filho.

A Justiça condenou Marcelo de Souza Ribeiro, o “Cicatriz”, de 19 anos, autor do disparo que matou Paulinho, a 24 anos de prisão em regime fechado e 13 dias-multa.

Já Alessandro Anunciação, de 21 anos, dono da arma, foi condenado a cinco anos de reclusão, dois meses e 10 dias de detenção e 30 dias-multas.

A dor de uma mãe que relatou acompanhar dia após dia o caso, e de perto. “Todos os dias eu entro, de manhã e de tarde e hoje eu vi o resultado da sentença”, conta.

Maria Aparecida desde fevereiro do ano passado deixou de ser a comerciante do bairro. Abriu o coração para a mídia e todo o Estado, mostrando a dor de uma mãe que perdeu o filho para a violência.

Cida, como ficou conhecida entre os meios de comunicação, passou a ser a mãe do Paulinho, menino que ela defendeu como querido e bom filho. O caso ganhou repercussão e mesmo passado os meses, ela não deixava a peteca cair. Foram dias de luta e de exposição da dor. Lágrimas e um choro acompanhado de perto, tudo para que o caso não caísse no esquecimento.

“Finalmente saiu uma resposta. O meu esforço todo não foi em vão”. Frase que diz sobre todas as vezes em que a mãe foi a passeatas e organizou protestos pedindo paz.

Chorando, agora ela se diz aliviada e acredita que a justiça tenha sido feita. “Não vão devolver a vida do meu filho, mas desse tempo aí, eu acho que o Marcelo deve ficar 10 anos fechado, é justo”.

A dor e a revolta que ela mostrou para a Polícia, Justiça e toda sociedade não foi para trazer o filho de volta, algo impossível de se fazer depois do gatilho apertado, mas para que nenhuma outra mãe passasse por isso.

“Não quero que nenhuma mãe sinta isso. Estamos errando. As famílias erram na educação dos filhos e o governo erra com tamanha impunidade a casos de violência”, disse em entrevista anterior ao Campo Grande News.

Paulinho foi morto, no dia 17 de fevereiro do ano passado, pelo jovem Marcelo, que depois de assaltar à mercearia Vital, que fica em frente à bicicletaria e que pertence ao avô de Paulinho, onde o garoto estava quando levou o tiro. Ao fugir do local após o assalto, Marcelo disparou e acertou o coração do garoto.

O adolescente de 17 anos, mais conhecido como Paulinho, mas com o nome de Paulo Henrique Rodrigues, chegou a ser socorrido pela mãe, que estava trabalhando na mercearia, mas não resistiu e faleceu no posto de saúde do bairro Coophavila II.

Marcelo foi preso um dia depois do assassinato e disse que atirou para evitar perseguição após o assalto. O tiro que matou o filho de dona Maria Aparecida saiu da pistola calibre 45 de Alessandro Anunciação, de 21 anos, à época do crime, foragido da Colônia Penal Agrícola.

Anunciação já acumulava antecedentes criminais por homicídio, roubo, receptação e estelionato. Em depoimento, ele afirma que apenas foi convidado para “cobrar uma dívida”.

“Cicatriza mas não passa não é? Mas o meu medo terminou, de que eles saíssem livres”, finaliza a mãe.

Morte de adolescente no Tarumã será reconstituída amanhã
Foi remarcada para amanhã, às 9h, a reconstituição do assassinato do adolescente Paulo Henrique Rodrigues, o "Paulinho", de 17 anos, ocorrido no dia ...
Assassinato de "Paulinho" será reconstituído amanhã
O assassinato de Paulo Henrique Rodrigues, o "Paulinho" de 17 anos, será reconstituído amanhã, às 9h. O crime aconteceu no Jardim Tarumã, enquanto el...
Manifestação pede paz e justiça para morte de Paulinho
Maria Aparecida dos Santos Neres espera que a tarde desta segunda-feira (19) marque o começo de uma nova vida. Junto a ela, 45 manifestantes, entre a...
Passeata pede justiça por morte de adolescente no Tarumã
Colegas, amigos e vizinhos de Paulo Henrique Rodrigues, 17 anos, baleado e morto, no Jardim Tarumã, em Campo Grande após um assalto no dia 17 de feve...


obrigada por todo o apoio, q vcs jornalista do campo grande news,nos deram nessa luta por justiça... essa vitória só foi possível graças ao apoio de todas as pessoas q estiveram ao nosso lado, q eu nunca vou ter como agradecer.
maria aparecida(mãe do paulinho)
 
maria aparecida dos santos em 25/08/2011 12:24:13
Sou tia do Paulinho e moro em Curitiba -Pr onde ele nasceu, estamos mais aliviados com a condenação, pois esses assassinos não poderão matar mais nenhum menino trabalhador e querido como nosso Paulinho, essa condenção deu um pouco de paz a nosso coração.
 
Debora Rodrigues em 25/08/2011 09:31:47
Que maravilha a condenação desse assassino se cumprisse os 24 anos de cadeia!, mais ai vem as benefices da lei e o assassino SAI por: BOM COMPORTAMENTO,por ter cumprido 1/3 da pena, por indulto dos dias: da mãe; do pai;da irmã; do irmão;da tia;do tio; da vovozinha; de natal;de ano novo;de carnaval;7 de setembro; 26 de agosto;dia da arvore;finados;dia do soldado e OUTROS, e volta a matar pessoas inocentes. QUE PAIS É ESTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Carlos A. P. de Arruda em 25/08/2011 08:56:10
nessa historia só perdi quem morreu e a familia de uma pessoa querida,esse assasino pegou 24 anos mais com bom comportamento daqui uns 7 anos ele ja estara solto de novo.
 
pedro santana em 25/08/2011 08:46:04
Finalmente alguma coisa d bom! porque depois d todos os dias ver rmos tantas impunidades , e´ gratificante saber q justiça esta sendo feita !Parabens a mãe d paulinho a cida q lutou muinto p q tudo não caisse no esquecimento .
 
there silveira em 25/08/2011 07:15:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions