A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/09/2015 13:19

Justiça dá prazo de 4h para Solurb recolher lixo hospitalar em 70 locais

Ângela Kempfer
Lixo na Santa Casa, na última sexta-feira.Lixo na Santa Casa, na última sexta-feira.

Liminar favorável à prefeitura de Campo Grande obriga a Solurb e o STEAC/MS ( Sindicato dos Trabalhadores em Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul) a retomarem a coleta de lixo hospitalar na cidade.

Em decisão divulgada no plantão judiciário deste domingo (13), o juiz Maurício Petrauski dá 4 horas para que os serviços sejam executados. Mas esse prazo só deve começar a contar a partir da notificação das partes.

Na cidade, são 70 estabelecimentos, entre hospitais, postos de saúde e laboratórios, que geram lixo hospitalar. Na volta da coleta, o juiz pede atenção especial aos maiores estabelecimentos, como a Santa Casa.

Na sexta-feira, o Campo Grande News fotografou pilhas de sacos plásticos dentro das instalações do hospital. Os 60 mil quilos de lixo hospitalar produzidos por dia na Santa Casa estão armazenados em containers.

Caso a ordem seja descumprida, a multa será de R$ 30 mil para cada hora de atraso na coleta. O juiz determina também o uso de força policial, caso haja necessidade.

Os trabalhadores estão em greve deste o dia 9 de setembro, por conta de atraso no pagamento. Nas contas da prefeitura, já são 38 toneladas amontoadas pela cidade.

O município chegou a criar uma força tarefa como paliativo para o problema e desde ontem recolhe o lixo domiciliar nos bairros.

Na sexta-feira passada, a Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos já havia determinado a retomada da coleta no Hospital Regional, alegando risco de proliferação de infecções.

No Regional, uma empresa terceirizada foi contratada para fazer o serviço de coleta, mesma medida adotada pelo Hospital Unimed Miguel Couto.  

A Solurb alega que o último repasse feito pela prefeitura de Campo Grande ocorreu em maio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions