A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/07/2012 12:16

Justiça devolve bens a idosa que era explorada por pastora

Francisco Júnior
Casa que a pastora comprou com o dinheiro da idosa. (Foto: João Garrigó)Casa que a pastora comprou com o dinheiro da idosa. (Foto: João Garrigó)

Decisão da 4º Vara Criminal de Campo Grande determinou o sequestro dos bens de Orlanda de Oliveira Rosa, 80 anos, que estavam em poder da pastora da igreja Pentecostal Unidos pela Fé, Julieta Souza, 51 anos.

A idosa frequentava a igreja e passou uma procuração para a pastora poder movimentar a conta bancária dela e, em março de 2010, comprou uma casa no valor de R$ 535 mil para a líder religiosa, na rua do Rosário, na Vila Célia.

 

Entres os bens estão a casa, um carro modelo Corolla e jóias. O golpe só foi descoberto no fim do ano passado. O advogado da idosa e o estagiário dele descobriram que era Julieta quem estava recebendo o dinheiro de acordos pecuários feitos por Orlanda. Foi então que a Polícia Civil entrou no caso e descobriu toda a situação.

A pastora Julieta Souza e o marido, Nelson Gimenes, foram indiciados por estelionato qualificado por ter sido contra idoso e também retenção de documentos. Julieta nega o estelionato e afirma que tudo o que conseguiu até hoje foi por meio de orações.

A decisão é de junho deste ano. A pastora e o marido dela já foram comunicados.

Caso - A religiosa havia se mudado do Jardim Imperial para a avenida Coronel Antonino, onde montou a igreja na parte da frente do terreno onde morava de aluguel. A idosa passou a frequentar os cultos, onde as duas se conheceram.

A pastora passou a dizer que a mulher estava com o “demônio”, mas que estava orando por ela, e foi assim que a confiança surgiu. Com a procuração cedida por Orlanda, a mulher chegou a tentar vender um carro da idosa, mas foi impedida pela Polícia.

Orlanda, só percebeu o golpe após o caso ser investigado pela Polícia. Ela relatou ao delegado, que agora que sabe que caiu em um golpe, está arrependida de ter dado a casa a líder comunitária.

Já a pastora, em depoimento, quando questionada se achava certo aceitar uma casa tão cara da idosa, disse que sim porque cumpre a parte dela com as orações. Familiares dela disseram que a igreja é séria e que a mulher errou em aplicar os golpes.



- Enquanto Jesus nasceu numa manjedoura (um cocho para animais), alguns FDP dos dias atuais se aproveitam da boa fé das pessoas para se dar bem aqui nesta terra... mas tudo bem, Deus é justo e o dia desses vagabundos vai chegar... em vez de Céu... tem apartamento garantido (como diria o árabe da novela) no "marmore do inferno". É preciso ter fé, é preciso confiar em Deus, mas é por uns elementos desse naipe que o mundo está como está... verdadeiros vilões explorando a boa fé das pessoas. Deveriam ser presos por estelionado. Artigo 171 do código Penal.
 
Zuza Ratier em 18/04/2013 22:18:48
Infelizmente mais um ser humano sem maldade cai no golpe, é nossa realidade, pessoas se escondem atrás de uma bíblia e cometem coisas horríves. vamos acordar sociedade.
 
Edivaldo André em 24/07/2012 12:51:04
Parabens a justiça....
 
Rosilene Costa em 24/07/2012 12:27:14
Misericórdia é melhor ir pr um bar do que ir pra uma igreija dessa, essa mulher tem que ser presa brincando com as coisa sérias... Isso é o porque ninguem quer saber de igreija.
 
Rosilene Costa em 24/07/2012 12:26:01
Essa mulher não é, nunca foi, nem nunca sera pastora. O que ela é na verdade é uma marginal, bandida, etc,etc, que resolveu aproveitar-se da boa fé dessa senhora. E para tal, sendo raposa velha fez-se passar por inofensiva cuidadora de ovelhas. Cadeia pra ela e o marido.
 
Fernando Silva em 24/07/2012 11:14:37
Onde estão os familiares dessa senhora????
 
elia bento em 24/07/2012 03:56:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions