A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

27/04/2011 11:50

Justiça julga recurso impetrado por Bertin contra indenização

Francisco Júnior

A Justiça do Trabalho julga na tarde hoje (27) o recurso impetrado pelo frigorífico Bertin contra a indenização de R$ 600 mil que foi condenado a pagar por danos morais a 20 funcionários que estavam no local no dia 25 de fevereiro de 2008, quando ocorreu um vazamento de amônia.

A decisão foi do juiz Alcir Kenupp Cunha, da 5ª Vara da Justiça do Trabalho. De acordo com o advogado dos funcionários, Fábio Lechuga, o frigorífico pediu a diminuição do valor da indenização.

Os trabalhadores alegaram ter permanecido dentro do frigorífico por longo período e que a exposição ao gás tóxico ocasionou mal-estar, vômitos, desmaios e até queimaduras na pele.

A indenização de cada um deles será de R$ 30 mil. Três dos funcionários tiveram julgado improcedente a indenização por terem ficado expostos ao gás porque o juiz entendeu que eles não tiveram contato com a amônia.

Um desses, entretanto, Samir da Conceição Espíndola, receberá indenização por ter sido coagido pela empresa a mentir em seu depoimento prestado na delegacia. Ele também receberá R$ 30 mil de indenização por danos morais.

Em dezembro de 2008, o MPT (Ministério Público do Trabalho) ajuizou a ação contra o frigorífico Bertin requerendo a condenação da empresa a pagar indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 10 milhões por causa do vazamento de amônia. Pouco tempo depois os funcionários foram demitidos.



Coitado dessas pessoas. O Bertin é milionário, tem que indenizar mesmo.
 
Amanda em 27/04/2011 12:53:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions