A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/12/2015 11:53

Justiça manda desbloquear WhatsApp em todo o Brasil

Luana Rodrigues

O desembargador Xavier de Souza, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), determinou na manhã desta quinta-feira (17) o desbloqueio do WhatsApp em todo o Brasil. Segundo o TJ, serão expedidos ofícios aos provedores com a determinação, informa o Portal Uol Notícias.

O julgamento do mérito será analisado pela 11ª Câmara Criminal. A data ainda não foi informada. Conforme a decisão: "Em face dos princípios constitucionais, não se mostra razoável que milhões de usuários sejam afetados em decorrência da inércia da empresa [em fornecer informações à Justiça]", declarou o magistrado. Ele destacou, ainda, que "é possível, sempre respeitada a convicção da autoridade apontada como coatora, a elevação do valor da multa a patamar suficiente para inibir eventual resistência da impetrante".

Ainda de acordo com o Uol, o aplicativo de troca de mensagens foi bloqueado à 0h desta quinta por decisão da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Ainda segundo o TJ-SP, a decisão foi tomada em um procedimento criminal, que corre em segredo de justiça. O pedido era de suspensão por 48 horas.

Por volta das 9h, muitos internautas passaram a relatar que estavam conseguindo mandar e receber mensagens. Mas, oficialmente, as operadoras móveis impediram o envio de mensagens um pouco antes da meia-noite, logo depois os usuários de banda larga fixa também ficaram impossibilitados de usar o app.

A operadora de celular Oi entrou com recurso no TJ-SP na tentativa de reverter a decisão, mas informou na manhã de hoje que ainda não saiu o resultado. O TJ-SP também informou que não analisou o pedido ainda.

O bloqueio era pelo endereço do WhatsApp na rede mundial de internet, impedindo o acesso a brasileiros. Por isso, não é possível usar o aplicativo nem pelas conexões móveis nem pelo Wi-Fi.

 



O detalhe é que se alguém ainda acha que as mensagens não são rastreadas é inocente demais, no caso a justiça precisa da prova para poder condenar os criminosos e isto a empresa proprietária do Wats se negou a fornecer.
 
Marco Stuani em 17/12/2015 13:12:55
É uma luz no fim do tunel, ainda há magistrados inteligentes trabalhando em prol da sociedade agora só falta acharmos os politicos honestos e de caráter, eles devem estar por aí tambem.
 
Max em 17/12/2015 12:26:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions