A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/07/2014 14:54

Justiça manda HU retomar plantões e reabrir 65 leitos na Capital

Alan Diógenes

O HU (Hospital Universitário) de Mato Grosso do Sul terá que restabelecer o pagamento dos plantões hospitalares, pelos próximos seis meses, para atender a alta demanda de pacientes. A Justiça acatou pedido do MPF/MS ( Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul) e determinou a reabertura de 65 leitos. O HU tinha reduzido o número de vagas de 250 para 185.

A Ebserh ( Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), que administra o hospital, interrompeu o pagamento dos plantões hospitalares alegando falta de autorização para pagamento dos plantões pela Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento.

Na decisão, O MPF explica que o HU é “referência no atendimento de alta complexidade pelo SUS (Sistema Único de Saúde), sendo insubstituível para tratamentos que necessitem de cuidados específicos, como HIV, Terapia Renal, cirurgia cardiovascular, hemodiálise, neurologia, gestação de alto risco, urologia e tratamento com tomografia” Por isso, com o fechamento dos leitos, a saúde pública do Estado, encontra-se na iminência de um colapso”.

A própria Ebserh, assim que assumiu a administração do hospital, encontrou um déficit de 220 médicos, 493 outros profissionais da área da saúde e 82 de outras áreas, ou seja, 795 vagas não preenchidas. Além do prejuízo direto aos pacientes, a falta de leitos também prejudica os estudantes universitários, pois o hospital é também o local onde praticam residência e treinam práticas médicas antes de se tornarem profissionais.

Entramos em contato com a assessoria de imprensa do hospital para obter informações sobre o cumprimento da decisão, mas os telefonemas não foram atendidos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions