A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/04/2011 13:06

Justiça nega liberdade para lutador que matou segurança em bar

Aline dos Santos
Segurança Jefferson Bruno Escobar morreu após agressão. (Foto: Divulgação)Segurança Jefferson Bruno Escobar morreu após agressão. (Foto: Divulgação)

A justiça negou liberdade para o lutador de jiu-jitsu Christiano Luna de Almeida, de 23 anos. Ele está preso desde o último dia 19 quando agrediu e matou segurança Jefferson Bruno Escobar, 23 anos, em um bar na avenida Afonso Pena , em Campo Grande.

A liminar em habeas corpus foi negada pelo desembargador Manoel Mendes Carli. A 2ª Turma Criminal do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) ainda avaliará o mérito do pedido.

Foi o segundo pedido de liberdade feito pela defesa de Christiano. O primeiro foi negado pelo juiz da 3ª Vara Criminal, Ivo Salgado da Rocha, dois dias após ele ser preso em flagrante.

De início, Christiano Luna foi autuado por lesão corporal seguida de morte, no entanto, no decorrer das investigações a Polícia Civil verificou que ele teve intenção de matar e o indiciou por homicídio doloso.

Segundo as investigações, imagens do circuito interno do bar mostram que Christiano agrediu Jefferson mesmo após este o ter alertado que estava passando mal. Além disso, uma testemunha ouviu quando o acusado disse que não se importava com o trabalhador.

Em depoimento à Polícia Civil Christiano chorou e disse que não teve intenção de matar o segurança.



Mérito para aqueles que podem dar o mérito, mas nos enche de esperança por uma justiça verdadeira.
 
Carlos Magno em 02/04/2011 07:52:17
parabens, e bom saber que a justiça ainda existe iqual para todos nesse pais.
o rapaz estava trabalhando honestamente, enquanto o rapaz estava se divertindo e procurando encrenca.
termino aqui paramenizando a esse desembarcador que negou a liberdade a esse rapaz.
 
luciene malaquias dos santos em 01/04/2011 11:16:41
Esse sujeito só vivia fazendo encrencas... estava procurando "uma oportunidade" para
matar. Deve continuar preso, pois se ficar solto... MATA novamente!!
 
Jane Oliveira em 01/04/2011 09:46:51
traficantes e assacinos eles liberam, esse coitado näo. vergonha dessa justica
 
gustavo preza em 01/04/2011 08:00:53
Parabéns a Justiça e a policia pelo ótimo trabalho neste caso. Esse individuo não pode viver em sociedade. Com esse histórico de brigas e confusões e agora assassinato o lugar dele é na prisão. Lagrimas de crocodilo não adianta depois que ele ceifou a vida de outra pessoa.
 
Claudio Pereira em 01/04/2011 03:53:32
Há uma luz no fim do tunel, parabéns ao judiciário, pelo menos ainda há juiz que aplica a lei. Deve ficar na tranca até o seu julgamento ai sim o povo vai acreditar na justiça.
 
Felipe Salinas em 01/04/2011 03:48:36
Assim da até pra confiar na Justiça. Os vídeos não escondem que o Christiano queria mesmo era provocar bagunça e desordem naquela noite. Tanto fez que conseguiu coisa pior, MATAR um cidadão que trabalhava honestamente. Parabéns a conciencia do Senhor
desembargador Manoel Carli....parabéns a Justiça.
 
neire glaucia em 01/04/2011 03:46:07
Graças a Deus, há justiça nesse país.
Prisão perpetua ou pena de morte a este assassino.
Pena que não sou amigo do falecido, senão eu mesmo iria cobrar essa bronca desse assassino burguesinho que quer ficar impune a este crime.
 
Pedro Nonato em 01/04/2011 01:57:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions