A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/04/2011 22:20

Procuradoria de Justiça é contra liberdade a acusado de matar segurança Brunão

Paulo Fernandes

A Procuradoria de Justiça se manifestou contra habeas corpus a Christiano Luna de Almeida, de 23 anos, acusado de matar o segurança Jefferson Bruno Escobar, mais conhecido como Brunão.

É a terceira vez que a Justiça julga pedido de liberdade ao lutador de jiu-jitsu que agrediu e matou o segurança na frente de um bar na avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

O primeiro pedido de liberdade feito pela defesa de Christiano foi negado pelo juiz da 3ª Vara Criminal, Ivo Salgado da Rocha, dois dias após ele ser preso em flagrante.

Em seguida, a liminar em habeas corpus foi negada pelo desembargador Manoel Mendes Carli. Agora, a 2ª Turma Criminal do TJ avaliou o mérito do pedido.

Christiano Luna foi indiciado por homicídio doloso (em que há intenção de matar). O crime gerou um clima de comoção e revolta em Mato Grosso do Sul.

Homenagem – No show da noite de hoje, no Ginásio do Rádio Clube Campo, a banda de rock católico Rosa de Saron faz uma homenagem ao segurança Brunão. A família do segurança acompanha a apresentação.



Realmente, está de parabéns o Poder Judiciário.

Criminosos devem pagar por seus atos. Conceder a liberdade para delinquentes prosseguirem agindo contra outras pessoas da comunidade seria um gesto de irresponsabilidade do Tribunal.

Almir Farias da Cunha
Professor
almircunha@yahoo.com.br
 
Almir Farias da Cunha em 30/04/2011 10:08:32
Parabéns!!! à família e aos grandes amigos do Jovem Brunão.
A união faz a força e consequentemente a diferença.Se os familiares e os amigos do jovem,não estivessem determinados a lutarem pela permanência do ASSASSINO,na cadeira,o mesmo estaria solto, dando risada da cara de todos e PIOR,pronto para fazer novas vítimas.
Brilhante a iniciativa dessa galera de GARRA...que a atitude de vocês,sirva de exemplo para outras pessoas.
Temos que "lutar sempre pelo nosso objetivo,desistir é morrer em vida."
 
neyde de oliveira em 30/04/2011 08:45:22
Parabéns ao Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul.

Esta decisão provou que o fato da familia do acusado ser influente, e ter dinheiro para contratar advogados renomados, não interferiu nas decisões do Judiciário, trazendo assim um alento para nossa familia, e a certeza de que no caso Brunão haverá JUSTIÇA.

Eterno Brunão, a ausência física, ausência da voz e do cheiro, das risadas e do piscar de olhos, saudade da amizade que ficará na lembrança e em algumas fotos...

João Márcio Escobar
 
João Márcio Escobar em 30/04/2011 06:58:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions