A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

29/10/2011 17:07

Justiça ouve dia 4 testemunhas sobre espancamento e morte no Anache

Nadyenka Castro

Crime aconteceu em dezembro do ano passado. Vítima procurava o filho quando foi alvo de facadas

Carro de Daniel foi destruído. (Foto: Arquivo)Carro de Daniel foi destruído. (Foto: Arquivo)

Treze testemunhas do espancamento e morte de Daniel Delmondes dos Santos, ocorrido na madrugada de 5 dezembro do ano passado, no Jardim Anache, em Campo Grande, serão ouvidas em juízo no próximo dia 7.

A audiência, a segunda sobre o crime, está marcada para começar às 14h30min. O interrogatório dos seis réus ainda não foi marcado.

Pelo menos dois dos acusados estão em liberdade: Paulo Roberto Lopes, apontado como mandante, e Everton Rafael Pereira.

Daniel foi espancado e morto com 15 facadas. Investigações da Polícia Civil concluíram que o crime foi praticado por vingança.

A vítima foi até a rua dos Amigos para impedir que o filho matasse o adolescente Lucas Jonathan Pereira Lopes, 16 anos, filho de Paulo Roberto.

No entanto, ao chegar ao local, o filho já havia cometido o crime e não estava no local.

Ele foi então morto e teve o carro destruído. Paulo Roberto disse na delegacia que quando Daniel chegou ao local no dia do crime, ele o teria chamado para conversar.

As agressões tiveram início, pois, de acordo com Paulo Roberto, Daniel não queria revelar o paradeiro do filho.

As investigações apontam que Paulo Roberto foi o autor da primeira facada que atingiu Daniel.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions