A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/03/2011 06:55

Justiça ouve hoje acusação de policial militar que matou esposa

Nadyenka Castro

Audiência será a 1ª do caso

A Justiça ouve a partir das 14h30min desta quinta-feira as testemunhas de acusação do assassinato da agente de saúde Luciana Chaves Farias, de 35 anos, morta com um tiro disparado pelo policial militar Paulo Cesar Lucas, de 42 anos.

A previsão é que sejam ouvidas oito testemunhas e também três informantes. Esta será a primeira audiência sobre o homicídio ocorrido no dia 30 de janeiro. O policial está preso desde essa data.

O processo tramita na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. O réu já ingressou com pedido de liberdade, mas ainda não teve decisão.

Luciana foi morta um tiro no abdômen. Após um casamento de 16 anos, eles estavam separados havia duas semanas. O casal tinha três filhos.

A versão do policial para o crime é de que ele dormia em um quartinho no bairro Coophavilla, quando a mulher chegou e arrombou a porta.

Ele pensou que fosse algum ladrão e então atirou. Ela chegou a ser socorrida para atendimento médico, mas não resistiu ao ferimento.

Justiça ouve na 5ª feira testemunhas contra policial que matou esposa
A justiça ouve na próxima quinta-feira as testemunhas de acusação contra o policial militar Paulo Cesar Lucas, de 42 anos. Ele é acusado de matar a m...
PM é preso após matar a mulher a tiro na Capital
Vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no posto de saúdeUm policial militar cuja identificação ainda não foi divulgada foi preso nesta madrugada ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions