A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/02/2016 14:17

Ladrão morto pela polícia respondia processo por homicídio qualificado

Caroline Maldonado
Policiais acertaram um tiro no pneu traseiro e caminhonete capotou (Foto: Divulgação)Policiais acertaram um tiro no pneu traseiro e caminhonete capotou (Foto: Divulgação)

O assaltante morto pela polícia na sexta-feira (26) depois de roubar uma caminhonete era Bruno Leão Cabral Katsumata, de 31 anos. Natural de Campo Grande, ele era acusado de homicídio qualificado, furto e tráfico de drogas. Segundo a polícia, ele disparou três vezes contra os policiais, enquanto fugia, até que um militar acertou o pneu do carro conduzido por Bruno, que capotou. A troca de tiros continuou até o assaltante morrer.

Bruno foi encontrado pelos policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar, depois de roubar uma caminhonete Toyota Hilux na avenida Fábio Zahran, próximo ao Parque Laucídio Coelho, por volta de 22h30 de sexta-feira. Ele estava na saída para Sidrolândia com o veículo.

Ao perceber as viaturas, o ladrão diminuiu a velocidade da camionete e com um revólver calibre 38 disparou várias vezes contra os policiais, conforme o delegado que registrou a ocorrência, Hoffman Dávila Cândido e Souza.

Ontem (27), o subcomandante do Batalhão de Choque, Marcos Pellot, contou que o batalhão foi acionado por volta das 23h pela vítima, um professor, cujo nome não foi revelado. Os militares encontraram o veículo, Bruno percebeu que era seguido e atirou três vezes contra a viatura. Um dos policiais atirou no pneu traseiro do lado do motorista e o veículo capotou.

Após a capotagem, o assaltante desceu atirando e foi atingido com dois tiros no peito e tórax. Os policiais o levaram ao Hospital Regional Rosa Pedrossian, mas ele não sobreviveu.

Assalto - O assaltante chegou caminhando e abordou o proprietário da caminhonete, que estava parado na companhia de amigos. O homem chegou com uma mochila nas costas e calmo, disse que era para deixar a chave do veículo no capô e que não machucaria ninguém. Em seguida, o dono do veículo acionou a polícia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions