A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/01/2012 19:06

Liberado pelo IML, corpo de homem assassinado será levado para Corumbá

Wendell Reis
Jovem está tendo que cuidar de tudo sozinha depois que a família foi ferida(Foto:Simão Nogueira)Jovem está tendo que cuidar de tudo sozinha depois que a família foi ferida(Foto:Simão Nogueira)

O corpo de Wilson Meaurio, 41 anos, assassinado na madrugada deste domingo (1º), após uma confusão envolvendo policiais, já foi liberado pelo IML (Instituto Médico Legal) e será transportado para o município de Corumbá, onde a vítima e a família residiam.

A informação foi repassada pela filha da vítima, Vanessa Pereira Meaurio, 23 anos. Grávida de nove meses e chorando muito, a jovem está tendo que cuidar de tudo sozinha, tendo em vista que a mãe e os irmãos também foram feridos durante a confusão e estão internados.

A jovem revelou ao Campo Grande News que estava dormindo quando ouviu os gritos dos familiares. Segundo ela, os dois irmãos: Maikson Pereira Meaurio, 15 anos, e Maysson Pereira Meaurio, 10 anos, e o primo Mateus Quirino Pereira, 16 anos, estavam no quarto se preparando para dormir quando um policial chutou a porta do quarto e atirou.

O Caso - Uma testemunha que não quis se identificar informou ao Campo Grande News que a confusão teria começado quando o policial que estava em um Fox freou bruscamente sobre um grupo de pessoas que saíam de um casa na rua Barão de Limeira após as festividades de fim de ano.

As pessoas teriam reclamado com o policial que desceu do veículo e disse que era policial e fazia o que queria. Depois de uma briga entre o sobrinho da vítima e o policial, os amigos da vítima teriam quebrado o carro do policial, que acionou a irmã, uma policial civil. A policial efetuou um disparo de advertência e, segundo a testemunha, deu a arma para o irmão, que foi até a casa onde ocorria a festa e efetuou os disparos atingindo a vítima, esposa e os três adolescentes.

Em nota o Comando Geral da Polícia Militar disse que “não se pode afirmar ainda qual arma foi responsável pelos disparos, se a do policial militar, da policial civil ou se havia outra arma com o grupo de agressores”. Além disso, afirma que o PM foi agredido antes de efetuar os disparos.



Como que o policial fez tudo isso sangrando do gente jeito? Comparada respiratoria... Voces destruíram o bem material dele. ele agiu em defesa de sua vida... Ninguem agiu corretamente, todos devem ser julgados e condenados de acordo com seus feitos
 
Kathia lisboa em 07/01/2012 11:36:14
Que vergonha pessoas que estão para servir e proteger a sociedade acabam atuando como um verdadeiro trio de bandidos.Mas é claro,como diz a música, um homem e uma mulher com uma arma na mão é um bicho feroz, sem ele anda rebolando e até muda de voz.
 
reinaldo brauna em 04/01/2012 08:29:34
colocar arma na mao de quem nao sabe usar da nisso, quem deveria ser preso sao os instrutores da academia policial, por que nao constataram na epoca que esse policial nao sabe manusear uma arma de fogo sob pressao.
 
hadeche fuinha em 01/01/2012 08:47:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions