ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Lixão tem nova confusão e catador diz ter sido ferido por guarda

Viviane Oliveira | 18/12/2012 18:05
O grupo tentando invadir a UTR (Unidade de Tratamento de Resíduos). (Foto: Rodrigo Pazinato)
O grupo tentando invadir a UTR (Unidade de Tratamento de Resíduos). (Foto: Rodrigo Pazinato)

Denival Jorge Fernando, de 25 anos, afirma que foi ferido pela Guarda Municipal durante protesto na tarde desta terça-feira (18) em frente à UTR (Unidade de Tratamento de Resíduos), instalada em frente ao lixão no bairro Dom Antônio, em Campo Grande.

A esposa dele, Ângela Silva de Araújo, 28 anos, disse que o esposo está na Santa Casa escoltado por um grupo de Guardas Municipais. Segundo ela, ele está recebendo ameaças e será encaminhado para a Depac (Delegacia Especializada de Pronto Atendimento Comunitário). Denival é acusado de ser um dos integrantes de um grupo que apedrejou a viatura dos agentes.

De acordo com a Guarda Municipal, o rapaz junto com um grupo de catadores atirou pedras e pedaços de pau nos guardas e nas viaturas. Ele será encaminhado para prestar esclarecimentos na delegacia.

Hoje o lixão amanheceu fechado após 28 anos em funcionamento. Catadores de material reciclável que atuavam no local foram proibidos de entrar e tentaram impedir que caminhões da CG Solurb entrasse para despejar lixo recolhido.

A PM foi chamada e, na confusão, atirou com balas de borracha e utilizou bombas de efeito moral. Militares em cavalos investiam contra os catadores. Na parte da tarde um grupo apedrejou um carro da guarda. No total pelo menos nove pessoas foram presas e outras ficaram feridas.

Nos siga no Google Notícias