A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/03/2014 16:33

Mãe de bebê que morreu queimado é detida sob suspeita de negligência

Ângela Kempfer e Graziela Rezende
A mãe foi detida e levada à delegacia para prestar depoimento sobre a morte da filha (Foto: Graziela Rezende)A mãe foi detida e levada à delegacia para prestar depoimento sobre a morte da filha (Foto: Graziela Rezende)

A mãe da menina Ketlyn, de 1 ano e 8 meses, foi detida e levada à delegacia para prestar depoimento sobre a morte da filha durante princípio de incêndio neste domingo, no Jardim Los Angeles. Segundo a delegada Gabriela Stainle, a mulher teve de ser algemada porque estava descontrolada.

Vizinhos contam que a mãe, Denise Alves, é usuária de drogas e negligente no trato com os dois filhos, o bebê e um menino de 3 anos. A dona de um bar da região, informou, inclusive, que a mulher estava bebendo quando aconteceu o incêndio e se recusou a voltar para casa. “Diariamente ela vem beber”, relata Cristiame Moraes.

O fogo começou por volta das 15 horas na casa da rua Mansour Contar. No local, estavam apenas Ketlyn, o irmão e a avó, que é cadeirante e não fala. Em pouco tempo, segundo testemunhas, a fumaça tomou conta do lugar. A menina estava em um cercado infantil, conhecido como “chiqueirinho”, que foi consumido pelas chamas.

“Eu ainda tentei tirar o bebê de lá, mas tinha muita fumaça. Daí, um vizinho foi e pegou ela, mas já estava sem respirar. Ela estava de bruços, muito queimada”, detalha Valeria Cristina Viana, uma das moradoras da rua onde ocorreu o incêndio. A morte foi confirmada quando a menina chegou a unidade de saúde.

Quando a Polícia já estava no local, a mãe apareceu muito nervosa e gritando. Denise foi algemada e colocada na viatura. “Por várias vezes a aconselhamos a deixar as drogas e cuidar dos filhos. Quem sabe depois dessa tragédia ela mude”, comenta Cristiane.

A casa da família é muito simples, com uma corda segurando o portão de entrada e uma placa na porta sobre venda de roupas novas e seminovas. Mas a única renda, segundo os vizinhos, é a pensão da avó das crianças.

A aposentada inalou muita fumaça e foi levada para casa de amigos na região. O Conselho Tutelar foi acionado por conta do outro filho de Denise. O menino não teve ferimentos, mas parece bastante assustado.

Bebê que teve corpo queimado morreu antes de chegar à unidade de saúde
O bebê de 1 ano e 8 meses que teve o corpo completamente queimado em um incêndio, na tarde deste domingo (9), morreu antes de chegar ao posto de saúd...
Criança de 1,8 ano tem corpo queimado em casa no Los Angeles
Um bebê de 1 ano e 8 meses teve queimaduras por todo o corpo durante principio de incêndio na casa da família, no Jardim Los Angeles. O fogo começou ...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Que triste, o ponto que as pessoas chegam,por causa da maldita droga.Tenho medo do futuro de crianças de hoje.
 
Mirtes Lourenço Camilo em 09/03/2014 23:14:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions