A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/04/2013 14:20

Mãe de menino de 6 anos morto suspeita de autor de furto de R$ 80

Nadyenka Castro e Mariana Lopes
Aparecida prestou depoimento à Depca. (Foto: Marcos Ermínio)Aparecida prestou depoimento à Depca. (Foto: Marcos Ermínio)

A quinta-feira parecia ser mais um dia como todos os outros na rotina de Aparecida de Sena Golube, 40 anos. Ela saiu de casa, no Jardim Itamaracá, em Campo Grande, pela manhã para trabalhar, o filho de seis anos foi para a escola e voltou no horário de sempre. À tarde, foi a vez da filha de 10 anos ir para o colégio e do irmão ficar sozinho na residência.

Aparecida chegou em casa no horário habitual, por volta das 16 horas, e como todos os dias, bateu palmas e encostou a bicicleta no portão, esperando ouvir do filho que ele sabia que era ela quem estava ali, como falava sempre.

Mas Kauã de Sena Golube não falou e não foi ao encontro dela. Ela então entrou na casa e, no corredor, se deparou com o pequeno deitado no chão de costas, com os braços amarrados. Imaginou que fosse brincadeira, chamou o filho pelo nome e o “cutucou”. De novo ele não respondeu.

Aparecida sentiu que o filho estava gelado, o desamarrou, o virou e viu que ele também estava amordaço. Quando tirou o pano da boca, saía sangue de lá. Ao lado dele, um frasco de inseticida.

Ela pediu ajuda a vizinhos, uma delas pegou o menino no colo e disse a Aparecida que desse leite ao garoto. “Eu olhei para ele, dei um beijo e disse: eu perdi meu filho”, fala a mulher que trabalha em uma fábrica de biscoitos que fica perto da casa dela. O menino foi levado para a unidade de saúde mais próxima, porém, já estava morto.

Suspeita – Para Aparecida, a única pessoa que poderia fazer mal a família dela é um ex-vizinho, o qual teria se mudado há aproximadamente uma semana. Segundo ela, há cerca de um mês sumiu R$ 80 que estavam em um pote. O dinheiro seria utilizado para pagar a capa do sofá e o filho sabia.

Ao ver que o dinheiro não estava mais lá, questionou as crianças. O menino contou que o vizinho havia ido à residência, tomado suco feito por ele e mexido no pote.

Na versão de Aparecida, depois disso ela foi à casa do vizinho e o acusou de ter pegado o montante. Ele negou, os dois discutiram, ela foi embora e não falou mais sobre o assunto. Há uma semana ela não o vê mais na rua. A Polícia procura por ele.

Maça mordida será periciada. (Foto: Marcos Ermínio)Maça mordida será periciada. (Foto: Marcos Ermínio)

Culpa – “Se o Conselho Tutelar quiser me punir, está certo. Foi uma negligência minha. Só que eu sempre criei meus filhos muito livres. Esse foi meu erro”, desabafa Aparecida, referindo-se ao fato de deixar as crianças sozinhas em casa enquanto trabalha

De acordo com ela, sem ter com quem deixar os filhos, sem conseguir vaga em projetos sociais e tendo que trabalhar, teve que ensiná-los a ficar sozinhos em casa. “Eu não tinha o que fazer. Não queria que eles passassem fome como eu já passei”, justifica.

Aparecida conta que só tem uma irmã em Campo Grande e que ela também trabalha e por isso não pode ficar com os sobrinhos.

A mãe diz que agora vai ter “cuidado redobrado” com a filha e que se arrepende de ter deixado-os em casa. Ela cria os dois sozinha desde que perdeu o marido, há dois anos.

Para ela, quem entrou na casa dele poderia ter levado tudo, menos matado Kauã “Levasse tudo que eu tinha na minha casa, que eu comprava em 15 vezes de novo. Só não levasse meu filho”.

Investigação – Não foram encontrados sinais de arrombamento no imóvel. No pescoço do menino havia algumas marcas e exame inicial não apontou violência sexual. O guarda-roupas de Aparecida estava revirado e ela deu falta de um aparelho de DVD. Na casa havia uma maça mordida.

A causa da morte foi asfixia. O corpo estava com características comuns em casos de ingestão de produtos químicos.

De acordo com a delegada responsável pela investigação, Regina Márcia Rodrigues, da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), o caso é tratado como homicídio doloso, mas, não é descartada a hipótese de latrocínio.



Eu acredito que ela por ser sozinha ,deveria pedir ajuda pras emissoras para que o ajudassem,a conseguir uma ajuda

 
marcilene salazar dos santos silva em 11/04/2013 18:28:32
Sr Paulo Tarso , voce nunca pariu um filho para saber a dor duma mãe que trabalha para sustentar os filhos, pq muitos homens são uns filhas da puta que não sabem o que é uma mãe de verdade.ja foi descoberto quem fez essa barbarie.. e Deus sabe o que fazer para consolar o coração dessa mãe.
 
Neuza oliveira em 07/04/2013 18:23:51
se foi esta mãe, que DEUS tenha piedade de sua vida,porq na morte ela sera lembrada do que fez, espero qe a policia esclareça o fato. e que DEUS receba este anjo em seus braços e o conforte... por sua ida tão cedo.
 
nelda aparecida da silva em 06/04/2013 11:16:53
eu a conheco a cida , sou colega de trabalho dela..e sei tambem que ela jamais faria isso com o filho dela....essas pessoas que ficam defamando ela nao tem o que fazer, e mais fica julgando ela nem a conhecer....julgar as pessoas e facil,,, quero ver ir la da uma palavra de conforto para a familia....se ela demonstra ou nao condicoes de uma mae que perdeu um filho,e falar que a propria mae deu um corretivo no menino ,isso e um absurdo...se fosse comigo eu prossessava um cara desse...para a familia deixo aqui meus pesames,, e so peço a deus que a conforte nesse momento muito dificil na vida dela, e que papai do ceu receba o kauã em seus braços.....
 
vanderleia alves ferreira em 06/04/2013 09:12:40
As pessoas ficam fazendo julgamento da mãe mas na realidade não sabem o que ela passa criava dois filhos sozinha porque era viúva ai vem um detetive dar a sua opinião falando que foi a mãe que matou se não ter o que falar pelo menos respeite a dor da perda da mãe hoje em dia o minimo que tem que ser feito é isso respeitar a dor da mãe para ajudar não aparece ninguém agora para criticar tem um monte por favor mais respeito!!!!!!!!!!!!
 
IGO GUIMARAES LOPES em 06/04/2013 07:43:06
é muito fácil as pessoas falarem que foi a mãe que matou sem saber dos fatos reias..muito triste esse acontecimento e com certeza não foi a mãe
 
Dayane lima em 06/04/2013 07:18:32
Concordo com o Paulo.... umas versão sem pé nem cabeça!!
 
Norilene Aparecida Oliveira da Silva em 06/04/2013 06:48:58
Se for essa mãe, como o Paulo diz, 1º que não é mãe e deve ser castigada igual fez com a criança. Agora se tem vestígios, a polícia tem sim como identifcar o "MONSTRO" que fez isso e quando descobrir fazer a mesma coisa com ele. Não vamos dizer que precisa matar, mas já ta na hora da polícia deixar a população agir, porque a cadeia esta lotada de bandidos e muitos estão fugindo e quem vive sobre prisão domiciliar somos nós, "cidadãos que trabalha e vive honestamente" para tentar sobreviver. Temos como exemplo o "maníaco da cruz", que está por aí, apavorando todos.
 
Estela Marques em 06/04/2013 06:21:45
Paulo, também tive a mesma impressão sobre a mãe. Ela não demonstra atitudes/sentimentos de uma mãe que acabou de perder um filho. Acho também que a Polícia Cívil deveria investigar mais a fundo esse caso.
 
Fábio Oliveira Ricarte em 06/04/2013 01:21:11
Peço a Deus que esteja enganado... mas não senti nas expressões faciais dessa senhora a dor de quem acabou de perder um filho de maneira tão cruel. A DEPCA com certeza esclarecerá.
 
Joel Guimarães em 06/04/2013 01:09:37
Desde que vi a mãe pela televisão, dando entrevista sobre o ocorrido, percebi imediatamente q a mesma demonstrava uma fisionomia alegre, dando a impressão de ter lhe acontecido algo mto natural. Não apresentava sinais de tristeza alguma...é impressionante como tem pessoas assim, fortes né. Parece até que... sei lá...talvez os sentimentos da pessoa é diferente. Assim me esforço para acreditar. Por se tratar de um filho indefeso, a palavra fica com as autoridades.
 
Jair Camilo Diniz em 05/04/2013 23:25:27
A história dessa mãe está meio distorcida investigação hem.
 
Adriana Moreira em 05/04/2013 23:10:48
Qual a razão, pra criticar uma mãe que deixa os filhos em casa, e os orienta a irem a escola,os mesmo vão a escola por determinação e incentivo da mãe que se preocupa com o futuro dos seus filhos, caso contrário não mandaria à sala de aula.
Esta mãe acorda de madrugada e deixa tudo pronto para os filhos, café, almoço.
Vai trabalhar as 5 horas da manhã e retorna as 16 horas, trabalha pra sustentar seus filhos com dignidade e exemplo, pelo que li imprensa não se prostitui.
Esta dona de casa é uma trabalhadora como milhares de mães que existe neste planeta terra que criam e educam seus filhos com muito suor de seu trabalho honesto e sofrem todos os dias para não deixar seus filhos passar necessidades do básico na mesa: o pão de cada dia, as vezes uma comida pobre em nutrientes para que o filho cresça com saúde e consiga aprender melhor, mas ela incansavelmente procura fazer o melhor.
A violência tirou do seu convívio uma parte de seu corpo: seu anjo, seu filho querido, parte de sua carne.
Não bastasse a mesma ser viúva e ainda acontece esta tragédia.
Espero eu que esta mãe seja inocente, e que a justiça encontre o criminoso e ponha na cadeia para o resto da vida: por ato covarde, cruel e satânico.
Toda criança é um anjo e os pais são os protetores aqui na terra, e neste momento a dor da mãe só pode compreender quem já perdeu um filho...mas espero que Deus dê forças pra ela seguir em frente com a filha e que o esposo falecido possa receber seu filho...
 
jose maria martins de briot em 05/04/2013 22:44:49
Acho muito triste e essas pessoas sem espirito e sem coração que acusam a mãe e porque nunca passaram por necessidade, pq nunca tiveram um pedido de vaga negado ou pq não tem filhos,e precisam trabalhar ganhar um salario baixo sem poder pagar alguém para cuidar,
e que a justiça encontre o culpado o monstro que fez isso com essa criança esse covarde nada vai trazer ele de volta mas que a justiça seja feito e que se ele tem um pouquinho de consciência que pese na sua vida pelo restos de seus dias.
 
Silvia de Oliveira Mota em 05/04/2013 21:39:31
Toda vez que vejo fatos assim eu sinto um ódio incontrolável das mães! Mães que deveriam proteger , expõe seus filhos a todo tipo de perigo! Lembram-se daquela maldita, que levou a própria filha a um bar as 23:00 horas e a deixou na companhia de seu ex-marido, padrasto da cça e seu amigo? Conclusão, a pobrezinha foi estuprada! Mãe que é mãe se vira, dá um jeito, mas nunca expõe seus filhos a perigo. O conselho Tutelar deve acompanhar de perto essa irresponsável, pois ainda lhe resta um garotinha...Oh! Senhor, proteja essa menina!!!
 
valeria cristina caldeira em 05/04/2013 21:28:44
Paulo Tarso ... por favor achismo agora e f... a pior dor de uma mãe é a perca de um filho! já não chega a dor dessa senhora ! realmente vc está assistindo muita tv!, vamos confiar no trabalho da polícia que é realmente quem investiga crimes, e para vc uma oração de leve pra limpar um pouco sua mente, e para a família dessa criança nossa força e condolências.
 
sandra lima em 05/04/2013 20:57:21
se foi essa mae o mundo ta perdido
 
gilmar aparecido de freitas silva em 05/04/2013 20:47:30
Que história mais estranha, nós não podemos fazer pré julgamentos a vista de ninguém,espero em Deus que essa historia se resolva,pq esta tudo tão estranho...lamento muitíssimo pela vida deste inocente ...Se de fato isso aconteceu da forma que ela relatou,fica a pergunta: Cadê os direitos dessas crianças garantido por lei ? Bem sei eu o quanto uma mãe que realmente trabalha e necessita de uma vaga se depara com mil barreiras para conseguir uma vaga em Ceinf para trabalhar "tranquila". Fica ai a dica para as autoridades...Creche é direito das crianças que as mães trabalham e não para essas que largam seus filhos la e vão tomar tererê e bater pernas a toa .
 
solange gomes em 05/04/2013 20:39:11
olha eu penso que deveriam mesmo essa mae ela ta muito calma pra quem perdeu um filho de forma tao trágica ,olha a cara dela nesta foto para isso que ela ta sorrindo gente meu Deus tenha misericórdia das nossas crianças
 
amanda lima silveira em 05/04/2013 20:18:26
e dificil mas tudo indica que seja a propria mae o motivo nao sabemos mas a policia trabalha para desvendar esta tragedia e triste demais
 
jefferson lopes da silva em 05/04/2013 20:09:49
tai a importancia da escola em tempo integral
 
josé primo em 05/04/2013 19:43:29
Será que toda mãe que perde filho de forma trágica depõe e concede entrevista com esta cara tranquila, quase sorridente? Acho que o Paulo de Tarso tem razão.
 
hélade dorneles em 05/04/2013 19:39:05
A polícia civil pode investigar melhor, pois pelo que já ví a respeito do fato, acho que quem matou a criança foi a própria mãe.
Veja: Em um jornal da televisão ela disse ao vivo que o valor roubado pelo vizinho era 50 reais, agora diz 80. Ela não demonstra condições de uma mãe que perdeu o filho. Aconteceu que ao chegar em casa o menino havia feito algo que irritou essa mãe e ao dar um corretivo no menino, perdeu o controle e passou a inventar essa estória. Pode ouvir a vizinha ver se o horário que ela pediu socorro era de fato o horário que chegou.
 
Paulo de Tarso Ferreira em 05/04/2013 15:55:00
Mto triste...é que vem acontecendo com mtas mães..deixando os filhos sozinhos pq não conseguen vaga em creches e projetos.
 
Renata Silva. em 05/04/2013 15:15:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions