A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/02/2016 11:33

Mãe pede ajuda para encontrar filha de 12 anos que desapareceu no sábado

Lauro Burke
Gyulianne Fabia Marinho Aquino, 12 anos, desapareceu no sábado quando saiu para ir à casa de uma amiga (Foto: Reprodução / Facebook)Gyulianne Fabia Marinho Aquino, 12 anos, desapareceu no sábado quando saiu para ir à casa de uma amiga (Foto: Reprodução / Facebook)

A família de Gyulianne Fabia Marinho Aquino, de 12 anos, está pedindo ajuda para encontrar a garota, desaparecida desde o sábado (12), em Campo Grande. Ela sumiu quando saiu de casa para ir até a residência de uma amiga no bairro Universitário, mas não chegou ao local.

Segundo a mãe dela, Soila Cristina Soares Marinho, 35 anos, na sexta-feira (11), a amiga pediu para que Gyulianne fosse para sua casa no sábado e voltasse no domingo (14). A menina, que mora no bairro Vila Natalia, saiu no sábado às 14h30 em direção à casa da amiga no bairro Universitário, mas não chegou ao local, segundo a colega.

A mãe deu falta da filha no domingo, quando Gyulianne não retornou para casa antes do almoço, como combinado. Soila ligou várias vezes no celular dela, mas estava desligado.

A amiga, que não sabe informar para onde a desaparecida possa ter ido, relatou que no domingo Gyulianne ligou de um número diferente para ela às 19h30 e pediu para se encontrar na praça próximo a escola estadual Elvira Mathias de Oliveira. Chegando no local marcado, a amiga não encontrou Gyulianne. 

Soila, mãe da desaparecida, ligou nesse número diferente e uma mulher informou que Gyulianne passou em frente a residência e pediu o celular emprestado, alegando que seu celular estava sem bateria. Também teria dito que a menina estava em companhia de um garoto de aproximadamente 17 anos, com um corte nos lábios, e estariam indo em direção para o bairro Los Angeles.

A mãe não sabe dizer quem é esse adolescente que estava junto com a filha. Ela também relata que não entende o desaparecimento da garota, uma menina considerada quieta e sem problemas em casa ou na escola.

Filha de pais separados, Soila descarta que a filha possa ter ido atrás do pai, que também mora em Campo e está ajudando na busca da filha. 

O desaparecimento foi registrado no último domingo na DEPAC (Delagacia de Pronto Atendimento a Comunidade) Piratinga e até o momento, não há nenhuma pista sobre onde Gyulianne possa estar. 

Informações - Se alguém viu ou tem informações do paradeiro de Gyulianne Fabia Marinho Aquino, 12 anos, pode entrar em contato pelos números: (67) 9100-8787 (Soila Marinho) e 3323-6700 (Depac Piratininga).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions