A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

17/07/2019 18:12

Mandetta lança investimento em Campo Grande na segunda-feira

Informação foi repassada ao prefeito Marquinhos Trad durante agenda nesta quarta-feira

Marta Ferreira
A comitiva de Campo Grande em Brasília, para conversa com o ministro, teve o senador Nelsinho Trad e o prefeito Marquinhos Trad. (Foto: Prefeitura de Campo Grande)A comitiva de Campo Grande em Brasília, para conversa com o ministro, teve o senador Nelsinho Trad e o prefeito Marquinhos Trad. (Foto: Prefeitura de Campo Grande)

Durante reunião nesta quarta-feira (17) com o ministro Luiz Henrique Mandetta, em Brasília, o prefeito de Campo Grande foi informado do lançamento, na próxima segunda-feira, de investimentos  federais na Capital.

“É uma notícia muito importante. Apresentamos projetos e a necessidade de investimento na saúde da nossa Capital. Agora, recebemos uma sinalização positiva do ministro Luiz Henrique Mandetta, que estará em Campo Grande na próxima semana para anunciar este investimento”, declarou o prefeito sobre a agenda na capital federal.

Mandetta vai lançar, segundo informou na reunião, o Programa Saúde na Hora, que vai começar por Campo Grande. O ministro, ex-secretário de saúde municipal, também fará o anúncio, segundo a prefeitura divulgou, de investimentos para a saúde da Capital, com impacto para todo o Estado, por se tratar da cidade com mais estrutura e maior número de atendimentos.
Saúde na Hora

Campo Grande é a segunda cidade do País com o maior número de unidades habilitadas até o momento no programa ministerial “Saúde na Hora”. Ficando atrás somente dee Fortaleza -CE, conforme portaria publicada pelo Ministério da Saúde.

O programa Saúde na Hora foi criado para ampliar acesso da população aos serviços da Atenção Primária, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, aplicação de vacinas e pré-natal. A iniciativa aumenta, também, recursos mensais a municípios que estenderem o horário de funcionamento das unidades de saúde para o período da noite, além de permanecerem de portas abertas durante o horário de almoço e, opcionalmente, aos fins de semana.

Campo Grande pleiteia junto ao Ministério da Saúde, ainda, incremento para custeio de serviços que estão sendo habilitados e qualificados, como as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), Samu (Serviço de Atendimento Móvel) e Serviço de Atendimento Domiciliar, entre outros.

Marquinhos Trad estava em Brasília acompanhado pelo senador Nelson Trad (PSD), pelo secretário de Saúde do Município, José Mauro Filho, o de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, e também o procurador-geral do Município, Alexandre Ávalo.

Após lançar maconha na Máxima, dupla é perseguida e presa pela polícia
Dois homens, de 27 e 29 anos, foram presos nesta segunda-feira (14) após jogarem tabletes de maconha por cima do muro do presídio de segurança máxima...
Adolescente de 16 anos é apreendido com 95 papelotes de droga no Tiradentes
Um adolescente, de apenas 16 anos, foi preso ao ser flagrado com 95 papelotes de cocaína no Bairro Tiradentes, em Campo Grande. Os policiais civis d...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions