A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

14/09/2017 09:31

Marquinhos inclui campanha contra incêndios no calendário da Capital

Serão promovidos debates para aperfeiçoar a gestão, a prevenção e o combate ao uso de fogo na vegetação

Richelieu de Carlo
Incêndio em empresa de reciclagem da Capital. (Foto: Marina Pacheco)Incêndio em empresa de reciclagem da Capital. (Foto: Marina Pacheco)

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), sancionou a lei que institui e inclui no calendário oficial do município o “Agosto Alaranjado”, mês de prevenção e combate ao uso de fogo na vegetação em terrenos da Capital.

No "Agosto Alaranjado", serão promovidos debates com a população para aperfeiçoar a gestão, o monitoramento, a prevenção e o combate ao uso de fogo na vegetação da Capital, conforme texto publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (14).

Ficará a cargo do Poder Público municipal organizar atividades educativas e informativas para redução dos índices de incêndios urbanos. A prefeitura está autorizada a firmar parcerias com a iniciativa privada, entidades educativas ou outras entidades da sociedade civil, para fazer campanhas de conscientização.

Estado

Mato Grosso do Sul fechou agosto de 2017 com 1.488 queimadas registradas pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Apesar de os índices ao longo de seus 31 dias terem sido abaixo da média histórica, o período teve maior quantidade de focos de incêndio em vegetação no ano.

Os números superam inclusive os que foram contabilizados em julho, que mesmo não sendo considerado crítico, teve maior quantidade de queimadas dos últimos 18 anos para o mês em razão do tempo mais quente e seco que o normal.

O período que compreende o fim do inverno até o início da primavera é considerado crítico para as queimadas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions