A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/12/2011 13:49

“Matei o cara errado”, diz homem que atirou em sargento dos bombeiros

Viviane Oliveira

Ele foi apresentado hoje à imprensa em uma coletiva realizada na 2º Delegacia de Polícia Civil

Valdir foi preso na noite de ontem em uma borracharia na avenida Guaicurus. (Foto: Simão Nogueira)Valdir foi preso na noite de ontem em uma borracharia na avenida Guaicurus. (Foto: Simão Nogueira)

“Eu matei o cara errado”, esta é a frase de Valdir Alves da Conceição, 23 anos, que atirou no sargento do Corpo de Bombeiros, Marcos Luciano Guilherme dos Santos, 40 anos, na madrugada do dia 25, na rua Dourados no bairro Coronel Antonino, em Campo Grande.

Ele foi apresentado hoje à imprensa em uma coletiva realizada na 2º Delegacia de Polícia Civil. Valdir disse que atirou em Marcos achando que era amigo de Willian Cristofer de Oliveira Souza, 20 anos.

“Eu queria matar o Willian e acabei atirando na pessoa errada”, afirma Valdir que o bombeiro não reagiu. Ele disse que no dia do crime estava bêbado e queria acertar as contas com Willian por causa de uma briga de bairro.

Valdir estava em uma bicicleta na companhia de João Paulo Neves, 20 anos, quando encontraram Willian com uma garota de programa identificada como Renata.

No momento que eles se encontraram, Valdir sacou uma garrucha e acertou um tiro no braço da vítima que tentou fugir correndo. O bombeiro que estava passando no local com um amigo percebeu a movimentação e parou para perguntar o que estava acontecendo.

Valdir voltou a perseguir Willian, quando o encontrou conversando com o bombeiro. Ele disse que atirou na vítima por acreditar que os dois eram amigos.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Weber Luciano de Medeiros, Valdir tem passagem pela Polícia por tráfico de drogas e homicídio. Ele vai ficar preso em uma das celas do 2º DP e depois será encaminhado para o presídio.

Conforme o delegado, Valdir vai responder por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, uso de arma de fogo e por impossibilitar a defesa da vítima.

Prisão - Os policiais chegaram até ele na noite de ontem através de uma denúncia anônima. Ele foi preso em uma borracharia na avenida Guaicurus, na altura do bairro Jardim Colibri, por volta das 23 horas.

Durante a abordagem, ele assumiu ter sido o autor dos disparos e disse aos policiais que achou que o sargento fosse um amigo do rapaz que ele estava perseguindo.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, Valdir disse que não tinha ideia que a vítima fosse do Corpo de Bombeiros e até demonstrou certo arrependimento.

Na noite de ontem ele informou também o local onde tinha dispensado a arma, no bairro Nova Lima. Policiais vasculharam a região, mas por ser de difícil acesso, a arma não foi localizada.

Crime - O oficial morreu após ser atingido por dois tiros no tórax. O sargento, acompanhado de um amigo, estava em um veículo Fiat Uno com placas de Camapuã, quando um rapaz, identificado como sendo Willian Cristofer de Oliveira Souza, 20 anos, passou correndo em frente ao veículo gritando por socorro.

O sargento saiu do carro e abordou um rapaz que estava perseguindo William. Em seguida, sem falar, o rapaz sacou uma arma de fogo e disparou a queima roupa, efetuando dois disparos no peito do sargento. William foi atingido de raspão no braço.

O amigo do sargento ao perceber que ele havia sido ferido, seguiu até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Coronel Antonino, porém a vítima não resistiu e morreu.

Polícia identifica suspeito de ter matado bombeiro em Campo Grande
Crime aconteceu no último domingoA polícia já identificou o suspeito de matar o sargento do Corpo de Bombeiros, Marcos Luciano Guilherme dos Santos,...
Corpo de sargento dos bombeiros é velado na Pax Universo
O corpo do sargento Marcos Luciano Guilherme dos Santos, de 40 anos, está sendo velado na capela da Pax Universo - Rua 13 de maio, em frente a Santa ...


Esse não pode ser considerado ser humano, matou sem piedade não existe justificativa para poder tirar a vida de alguém.Todos nós temos e queremos viver, com certeza é pai de família, e seria mais uma família sofrendo e clamando por justiça. O que esse "malaco" merece e apodrecer na cadeia lembrando que já deveria estar lá porque por ter passagens na polícia. Cadeia nesse infeliz!!!!
 
valdenir Pereira severo em 30/12/2011 08:39:34
Ainda tem a frieza em dizer que matou o cara errado, como aceitar isso? Repugnante a atitude desse vandalo que deve de tal forma se sentir protegido pois sabe que alguns dias estará solto enquanto a familia desse PBM que era pra estar salvando vidas esta sofrendo devido a atitude que esse delinquente ocasionou!
SENHORES JUIZES POR FAVOR TENHAM PIEDADE DESSA FAMILIA E DE NOSSAS TAMBEM !
 
anderson soares em 30/12/2011 07:44:00
Acho, que esse quadro é realmente opinativo, porém não para discutir Patentes, o que queremos dizer é que, que promoção esse elemento que matou o SGTº será submetido....., as pessoas que fazem parte dos direitos humanos, agora vão defendê-los passando a mão em tua cabeça, isso é um lixo para a sociedade, a pena para um elemento desse é furar os dois olhos e solta-los....claro com o apoio dos DHuma
 
Valter Vieira Alves em 30/12/2011 06:26:38
SÓ ESTÃO DESARMANDO PESSOAS DE BEM O MARGINAL NÃO VAI LA ENTREGAR ARMA,ESTAS ARMAS VEM DE FORA
 
claudinei braz em 30/12/2011 06:07:44
LUCINEIDE, INFELISMENTE AS CAMPANHAS DE DESARMAMENTO SÓ DESARMAM A SOCIEDADE, VE SE ALGUM BANDIDO ENTREGOU A SUA ARMA???
E INFELISMENTE JOSE CARLOS, ELE NÃO PODE NEM PASSAR PELO PME, OS DIREITOS HUMANOS NAO DEIXARIAM... COITADO DO "CIDADÃO".
 
Julio Ramires em 30/12/2011 05:42:50
GENTE VAMOS FAZER NOVAS CAMPANHAS P/ TIRAR ARMAMENTO DAS RUAS PORQUE ESTAMOS TODOS CORRENDO O MESMO RISCO DE TOMAR UM TIRO DE GRAÇA PELAS RUAS POIS O LULA PROMETEU FAZER ISO E NAO FEZ POR ISO ESTAMOS NA MAO DOS BANDIDOS . LUCI
 
Lucineide rodrigues badu cortez em 30/12/2011 03:53:51
pois é lucas, por causa de pessoas como voce que esse mundo é o que é, ao inves de atentar para o relato do homicida, fica prestando atenção para um detalhe da imprensa, que erroneamente, por descuido e pela falta de conhecimento da vida na caserna confundio graduado com oficial, no mais, cadeia nele ate apodrecer, joga ele no PME.
 
jose carlos em 30/12/2011 03:37:54
Sargento não é oficial, é praça.
 
Marcelo de Souza em 30/12/2011 03:19:26
esse infeliz matou um inocente isso não tem desculpa
 
ana lucia flores em 30/12/2011 02:42:10
como assim oficial?
 
lucas mendes santos em 30/12/2011 02:17:40
Essa cara e tão bandido e tem a coragem de dar depoimento com essas palavras que matou o cara errado. Meu Deus! Onde estamos! Matar , tirar, podar a vida de alguém virou banalidade. Espero que fique na cadeia e que saia de lá direto para onde ele manda os outros sem dó e piedade. Cana nele.
 
Eva Melgarejo em 30/12/2011 01:48:46
esse cidadão é um verdadeiro lixo da sociedade, tem que ser varrido, excluido , covarde.
 
célio barros silva em 30/12/2011 01:06:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions