A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/01/2014 13:43

Médico afirma à Polícia que socorro salvou vida de jovem "agredida"

Graziela Rezende
Jovem está se alimentando com seringas após cirurgia. Foto: Divulgação familiarJovem está se alimentando com seringas após cirurgia. Foto: Divulgação familiar

O médico que prestou os primeiros socorros a Giovanna Nantes Tresse de Oliveira, 18 anos, na virada do ano, em Campo Grande, ressaltou à Polícia que o atendimento de urgência salvou a vida dela. Ele prestou depoimento na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), que investiga uma suposta agressão por parte do namorado Matheus Georges Zadra Tannous, 19, e deu detalhes técnicos sobre o atendimento.

“O médico utilizou uma linguagem bem técnica para falar sobre o seu atendimento. Ele disse ainda que comemorava o Ano Novo com os seus parentes no apartamento ao lado e que crianças, no andar de cima, também faziam muito barulho, por isso não se recorda de ouvir gritos no local onde estava o casal”, disse o profissional à Polícia, que pediu para não ser identificado.

Assim que chegou, presenciou o Matheus com sangue na camiseta e a vítima no sofá, iniciando o socorro. “Ele disse que viu a tamanha gravidade quando Giovanna não respondia e Matheus falou das duas quedas. Foi por isso que solicitaram uma viatura avançada do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e a jovem foi entubada para o hospital”, relembra o médico.

Dias depois, peritos do IC (Instituto de Criminalística) e Ialf (Instituto de Análises Laboratoriais), acompanhados da delegada Marília de Brito Martins, realizaram a vistoria no apartamento. No primeiro dia, eles passaram cinco horas e meia recolhendo amostras de sangue. No segundo dia, mais três horas de impressões.

Depoimento – Ao todo, oito pessoas já realizaram oitivas sobre este caso na Deam. A delegada Rosely Molina ainda aguarda o laudo pericial e o depoimento da vítima. Ontem, em entrevista ao Campo Grande News, familiares conversaram com a Giovanna e esta falou pela 1ª vez em agressões.

Pesando 38 quilos, desnutrida e com crises de pânico, a vítima diz que apenas se recorda que estavam bebendo e acredita que, em seguida, ele colocou algo na bebida dela ou então levou um soco “muito forte” que a deixou desacordada.

Crime - Giovanna foi internada na madrugada do dia 1º de janeiro, com quatro fraturas no rosto, duas no maxilar e duas abaixo do olho direito, sendo que precisou passou por cirurgia. Ela se recupera em casa, após uma semana internada na Santa Casa.



Quero ver a justiça feita para esse caso. Pobre sempre vai a cadeia por qualquer motivo e rico?
Sinto dizer isso, mas nessa hora q pensamos. Temos direito de verdade ou privilégios?
 
Luiz Flavio em 14/01/2014 21:20:20
* É LAMENTÁVEL A HISTORIA DESSA MOÇA , VENHO ACOMPANHANDO ESSE CASO DESDE QUE O CAMPO GRANDE NEWS DENUNCIOU ESSE ABSURDO COMETIDO POR ESSE CRIMINOSO , PENSO QUE POR OUTRO LADO , A JUSTIÇA FOI IMPRUDENTE DEIXANDO ESSE RAPAZ ESCAPAR , FRANCAMENTE , ONDE ESTÁ A JUSTIÇA DESSA CIDADE ? MEU DEUS DO CÉU QUE ABSURDO ... EU FRANCAMENTE , GOSTARIA DE VER ESSE CARA ATRAS DAS GRADES E SEM ESSA DE FIANÇA , POIS O QUE ELE COMETEU , FOI UM CRIME E ELE DEVE SER INDICIADO COMO UM BANDIDO , POIS CREIO EU QUE ELE É UM PERIGO PARA A SOCIEDADE .
 
ANTONIO SILVA em 13/01/2014 23:06:40
Essa Lei Maria da Penha, tem que mudar de nome ser Maria da Pena ou Maria ta morta.Por que nao resolve nada mesmo,medida Protetiva se o individuo chega armado mata e vai embora a medida Protetiva não vai sai correndo atras dele não.A lei só e pra não dizer que não existe lei nenhuma mesmo.A hora que os Pais começa a matar esse individuos ai vem os direitos Humanos e leva os Pais preso.Um troço desse tem que paga com a Vida dele a hora que Existir a Pena de MORTE no Brasil, talvez resolva alguma coisa caso contrario e perda de vidas so...Pois nada se faz ja deviam ter Prendido esse troço no primeiro minutos por que todos sabia que era ele.Nem se jogasse ela de uma aviao iria machucar somente o rosto dessa forma.Mas deixaram ele fugi...Daqui uns dias ele ja faz outra vitima....
 
susan keyla mendes em 13/01/2014 17:39:03
Não existia nada que justifique tamanha monstruosidade, somente a Pena de Morte poderia da um basta nestas barbáries.
 
Luis Acordado em 13/01/2014 17:32:19
A que familia pertence esse sujeito …. esse sobrenome "" Georges " por acaso e' o mesmo daquele pessoal da fronteira ???
 
Fabricio Nunes em 13/01/2014 16:46:34
A parte mais legal é que como o cara tem dinheiro e sobrenome (Tannous) o que mais aparece nos textos é; suposto isso, suposto aquilo.... Quando ocorre do criminoso ser baixa renda, sofre a primeira condenação pela mídia e tudo que venha a sofrer ainda fazem com que parece correto. Como falar de justiça dessa forma. Nossa "justiça" tem dois pesos e duas medidas.
 
Higor Rocha em 13/01/2014 15:29:59
Olha, não posso ver o rosto dessa menina, eu fico muito revoltado, vou dizer aqui meu caro jovem Matheus com minha filha vc não faria tal barbaridade dessa e ficaria ai "soltinho da Silva" não viu, poderia até fazer, mas era uma vez só....
 
Antonio Ferreira Filho em 13/01/2014 15:14:55
esse desgraçado tem que pagar com a vida, espero que a justiça não falhe denovo, pois algo assim é imperdoavel...
 
Elias Gabriel em 13/01/2014 15:05:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions