ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Megaoperação cumpriu 21 mandados de prisão preventiva em sete regiões

Por Viviane Oliveira | 19/01/2017 08:57
Investigadores cumprem vários mandados de prisão em bairros (Foto: divulgação/Polícia Civil)
Investigadores cumprem vários mandados de prisão em bairros (Foto: divulgação/Polícia Civil)
A operação foi desenvolvida por três equipes, compostas por 10 policiais (Foto: divulgação/Polícia Civil)
A operação foi desenvolvida por três equipes, compostas por 10 policiais (Foto: divulgação/Polícia Civil)

A Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) cumpriu 21 mandados de prisão preventiva, durante uma megaoperação realizada nesta quarta-feira (18) em sete regiões de Campo Grande.

Conforme a Polícia Civil, três equipes se dividiram por diversas regiões da Capital para cumprir os mandados de prisão expedidos pela Justiça. Todos os procurados estão envolvidos com crimes de violência doméstica.

Segundo a delegada Priscilla Anuda, responsável pela ação, na primeira etapa realizada na quarta-feira (11) cumpriu 25 mandados de busca e apreensão. “Vamos fazer essas operações de forma constante, para que possamos cumprir todos os mandados expedidos a partir do trabalho de investigação da delegacia”, explicou a delegada.

Os presos foram detidos em casa, na rua e até no trabalho, segundo a polícia. Outros já cumpriam pena no regime semiaberto e fechado. As equipes se dividiram para cumprir os mandados de prisão, na região central e nas áreas das delegacias que ficam no Bairro Moreninha, Piratininga, Tijuca, Jardim Panamá, Monte Castelo e Carandá Bosque. 

Os nomes dos presos não foram divulgados. Eles foram encaminhados à Deam e depois de passarem por exames de corpo de delito serão levados a um presídio da cidade. 

Violência - A cada 24 horas, em média, 19 mulheres procuram a Casa da Mulher Brasileira para denunciar que foram vítimas de violência doméstica. No ano passado foram registrados, 7.035 casos, maioria referente a violência moral e psicológica, de acordo com dados da Polícia Civil.

Em segundo lugar vem lesão corporal com 5.319 inquéritos instaurados e 5.034 inquéritos concluídos e encaminhados ao poder judiciário. Em 2016, foram contabilizados mais de 420 prisões em flagrante e 133 mandados de prisão cumpridos. No total, sete mulheres foram assassinadas pelos companheiros na cidade. Em todos os crimes, os suspeitos foram identificados e presos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário