ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Mesmo na pandemia, novo supermercado lota de gente que não resiste a inauguração

Sam's Club tem mais de 5 mil itens para associados; curiosidade fez público comparecer em inauguração

Por Paula Maciulevicius Brasil e Bruna Marques | 17/09/2020 08:49


Às 7h40 da manhã, o mais novo point do campo-grandense que adora uma inauguração, abriu as portas em Campo Grande, depois de meses anunciando a vinda e associando consumidores. O "Sam's Club", na Avenida Mato Grosso, onde funcionava o Wall Mart, não chegou a divulgar horário de abertura justamente para evitar fila, mas aglomeração teve de todo jeito.

Marcação foi feita para não aglomerar público que esperava em fila. (Foto: Henrique Kawaminami)
Marcação foi feita para não aglomerar público que esperava em fila. (Foto: Henrique Kawaminami)

No chão estavam marcados os lugares onde as pessoas deveriam esperar levando em conta o distanciamento. Na entrada, álcool em gel foi passado nas mãos e aferição de temperatura feita. Depois que as portas abriram, a impressão que deu foi de "brotar" gente.

A primeira da fila foi a servidora pública Hévora Macarena, de 54 anos. Ela chegou às 7h da manhã porque ouviu dizer que seria estipulado um número de pessoas para entrar por conta da pandemia. "Eu sou ansiosa", admite.

Associada desde quando foram no serviço dela, Hévora acredita que fazer compras assim valerá à pena. "E é uma coisa nova para a cidade, gera emprego e que valoriza a Capital, porque nas outras capitais já tinha, menos aqui, e eles falaram que vão ter várias promoções", comenta.

Ansiosa, Hévora foi a primeira pessoa a chegar para entrar em mercado. (Foto: Henrique Kawaminami)
Ansiosa, Hévora foi a primeira pessoa a chegar para entrar em mercado. (Foto: Henrique Kawaminami)

De folga, o vendedor Nilton da Silva, de 43 anos, não sabia o que era o clube de compras e mesmo associado, procurou no Google como seria. "Pra gente é novidade, tudo o que sei do mercado, vi no Google. Vim conhecer hoje porque é uma proposta interessante, que vai ser bem aceito na Capital e os preços são bem acessíveis, resta saber se é só porque está inaugurando ou vai ser assim sempre", espera.

Com a experiência que já tinha do clube de compras em Campinas, SP, Amanda Moia, de 26 anos, também quis saber como funcionaria a ideia aqui na Capital. "Gostei muito quando soube que ia abrir em Campo Grande, eu já conhecia e tem coisas que não tem em outros mercados. Tem várias marcas diferenciadas, gosto das roupas que são mais baratas do que nas lojas comuns e bastante dos produtos importados".

Para sul-mato-grossense entender, o clube de compras é uma espécie de Shopping China, que vende de cosméticos, marcas de roupa, produtos importados, fora tudo o que é de compra do mês mesmo. Ao todo, são mais de cinco mil itens entre produtos exclusivos e importados nos segmentos de alimentos, bebidas, higiene e cuidados pessoais, limpeza, bomboniere, decoração e tecnologia.

Loja diz ter mais de 5 mil itens exclusivos para os associados. (Foto: Henrique Kawaminami)
Loja diz ter mais de 5 mil itens exclusivos para os associados. (Foto: Henrique Kawaminami)

Com uma área de vendas de mais de seis mil metros quadrados, 18 caixas e mais de 200 vagas no estacionamento, o Sam’s Club de Campo Grande é responsável por gerar mais de 400 empregos entre diretos e indiretos. No portfólio de serviços, o clube de compras oferece açougue com cortes especiais de carnes e adega com mais de 600 rótulos de vinhos e espumantes, além de uma linha especial de destilados.

Para comprar é preciso se tornar sócio pelo site www.samsclub.com.br fazer o cadastro e pagar uma taxa anual de R$ 75,00. Veja abaixo as fotos desta manhã:

Nos siga no Google Notícias
Confira a Galeria de Imagens:
Regras de comentário