A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/08/2011 10:13

Mirante foi eliminado tecnicamente da Orla Morena, afirma prefeito

Vinícius Squinelo e Ítalo Milhomen

Estrutura seria instalada para observação do centro da Capital

Imagem mostra como seria estrutura do mirante que seria construído na Orla MorenaImagem mostra como seria estrutura do mirante que seria construído na Orla Morena

A Orla Morena, região da Vila Planalto em Campo Grande, não terá mais um de seus atrativos para o lazer: um mirante. Segundo o prefeito da Capital, Nelsinho Trad (PMDB), a eliminação foi determinada pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que financiou o projeto.

“O BID tirou o mirante da execução do projeto, por conta de definições técnicas”, explicou Nelsinho, durante evento de lançamento de obras no bairro Vivendas do Parque, na manhã de hoje.

O mirante seria uma opção de lazer para os moradores de Campo Grande e turistas. O projeto inicial, uma estrutura de quatro andares, previa a instalação de um equipamento que possibilitasse observar o centro da Capital.

A confirmação da eliminação do Mirante põe fim à dúvida e expectativa da população campo-grandense. Um evento criado no micro-blog Facebook, por exemplo, questiona “Cadê o Mirante da Orla Morena”. O “encontro” tem 1.030 pessoas confirmadas, e está marcado para o dia 26 de Agosto, aniversário de Campo Grande.

A página do Facebook ainda possui um link do projeto original da Orla Morena, que incluía o Mirante. Dentre os inúmeros comentários sobre o “encontro”, a maioria questiona a viabilidade e demora da construção da estrutura.

Instrumento para observar aeroporto sairá do papel, segundo Prefeitura (foto: Simão Nogueira)Instrumento para observar aeroporto sairá do papel, segundo Prefeitura (foto: Simão Nogueira)

Já o novo trecho da Via Morena, ligando o aeroporto à Orla Morena, terá um instrumento de mirante, sem edificação, para observação de pousos e decolagens dos aviões do aeroporto. Segundo a assessoria da Prefeitura, a obra já está 80% completa.

A inauguração do novo trecho, que faz parte do pacote de aniversário de Campo Grande, será dia 17 de setembro, às 9h. A obra teve um custo total de R$ 13.946 milhões.

Pavimentação da Duque de Caxias está em fase de conclusão, diz prefeito
O projeto de urbanização na Avenida Duque de Caxias, por meio do projeto Via Morena está em fase de conclusão em sua terceira etapa. O prefeito Nelso...
Após confusão, homem é atingido com um tiro em conveniência da capital
Um homem de 20 anos ficou gravemente ferido depois de ser atingido na região lombar por disparo de arma de fogo quando estava em uma conveniência loc...


Concordo plenamente cara colega Marianna , ninguem pensa na saude , na corrupção que é tão gritante , ninguém se mobiliza para defender seus direitos estamos todos passivos e o nosso dinheiro indo pelo ralo , talvez devessemos acreditar que um dia tudo isso vai mudar , afinal ano de eleição tudo melhora .........
 
Carlos.Nahas em 03/08/2011 11:57:40
Tanta coisa para se mobilizar e as pessoas vão reclamar de um mirante... Revolução de apartamento, da sala, de frente do computador. É por isso que o Brasil está assim. Porque essas mais de mil pessoas não se mobilizam pela saúde, pela regulamentação da emenda 29, pela paz no transito? Simples, só pensam nelas mesmas. Que absurdo, que vergonha de ser campo-grandense!
 
Marianna Capelli em 03/08/2011 11:16:49
PRECISOU CORTAR GASTOS PARA MOSTRAR UMA OBRA DESNECESSARIA PARA O POVO E PEDAGIO PARA OS FUMANTES DA NOITE QUE SE INSTALARIA NESTE LOCAL,SR PREFEITO MELHORE AQUELA AREA DE ESTACIONAMENTO DA SANTA CASA NA 13 DE MAIO, E DE MAIS CONDIÇOES DE SAUDE PARA O POVO PORQUE POVO DOENTE NÃO SAI PARA APRECIAR O CENTRO DA CIDADE POIS ESTARA PRESO A ALGUMA RECEITA DE MEDICAMENTO,PARE COM MIRANTE E MELHORE A AREA CENTRAL COM A PRAÇA ARY COELHO,ESTACIONAMENTO PARTICULAR NA FRENTE O AEREOPORTO,COLOCANDO PARQUIMETRO,PARA QUE MAIS CONDUTORES POSSAM USAR.
 
LUIZ CARLOS em 03/08/2011 07:49:14
então tá... vamos mandar uns e-mail para quem encomendou o projeto? ah sim, por que a inclusão deste item deve ter custado alguma grana, ou seja, dinheiro público no ralooooooooo
 
caciano lima em 03/08/2011 07:39:03
E por que não protestar por uma mudança no nosso próprio comportamento? Por exemplo, a questão de má educação do campo-grandense no trânsito. Está provado que a imprudência dos condutores é a maior causadora de mortes noi trânsito, nosso asfalto está todo estrelado, pessoas morreram ali e famílias são destruídas a cada dia por conta da falta de bom senso!!! Por que que tudo tem que ser culpa do poder público? Por que é tão difícil cobrar dos amigos, da família, dos vizinhos um pouco de responsabilidade ao dirigir? Quanto a situação do lixão, já está sendo resolvida, a coleta seletiva está acontecendo e logo atenderá toda a cidade. Uma usina de processamento está sendo contruída e aquelas famílias que moravam em condições sub-humanas em barracos naquela região estão recebendo moradias decentes. Por que não podemos lutar por coisas que não mudaram e que não dependem da prefeitura? Por que não podemos simplesmente ir às ruas cobrar da nossa bancada federal pela regulamentação dos repasses de saúde? É preciso saber pem por qual bandeira lutar, essa força não pode ser investida em vão. Por que não paramos para tentar conhecer um pouco mais sobre como acontecem as liberações de recursos de convênios que tanto atrapalham o andamento de obras aqui?
 
Marianna Capelli em 03/08/2011 02:55:02
Concordo plenamente com a Marianna. Tantos assuntos mais importantes, tantos direitos que deveríamos estar protestando e reivindicando, mas as pessoas só reclamam e esquecem. Sinceramente, antes dessa super mobilização sugiro aos "manifestantes" que façam uma visita no lixão e confiram as condições subumanas daquelas pessoas que sobrevivem do no nosso lixo. Repensem no que precisamos protestar. Reclamamos do nosso país e da desigualdade, mas é muito fácil entender que tudo é resultado das nossas atitudes.
 
Ricardo Sales em 03/08/2011 01:19:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions