A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/01/2014 17:44

Morte de policial, considerado amigo e perspicaz , causa comoção

Bruno Chaves
Cerimônia contou com a presença de policiais, parentes e amigos (Foto: Cleber Gellio)Cerimônia contou com a presença de policiais, parentes e amigos (Foto: Cleber Gellio)

Escolhido a “dedo” para trabalhar na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), em Campo Grande, o investigador Dirceu Rodrigues dos Santos, 38 anos, era uma pessoa perspicaz e companheira. O policial perdeu a vida na noite de ontem (28) enquanto checava uma informação de um roubo de joias avaliadas em R$ 80 mil. Para familiares e amigos, Dirceu morreu fazendo o que gostava.

Centenas de pessoas, pelo menos 500, deram o último adeus ao jovem policial na tarde desta quarta-feira (29) durante o velório realizado em uma capela da Rua Dolor Ferreira de Andrade, em Campo Grande. O movimento era tanto que a polícia precisou interditar a via entre as ruas Rui Barbosa e 13 de Maio.

Taxado pelos amigos como esperto e carismático, Dirceu matinha amizades com policiais de outras corporações, como as polícias Federal, Rodoviária Federal e a Militar. Dezenas desses companheiros compareceram à cerimônia de despedida. Familiares e outros amigos completaram a lista das pessoas presentes.

“Era um homem muito carismático e muito querido. Um bom profissional e uma boa pessoa. Prova de que ele era bem visto por todos é a presença de colegas de outras polícias”, disse o delegado João Reis Belo.

A cunhada do investigador, Grasiela Simões Souza, 30, lembrou que ele amava a profissão de policial. “Ele contou que foi escolhido a dedo para trabalhar na Derf com papeis. Mas ele tinha falado que iria ficar louco mexendo com burocracia porque a paixão dele era trabalhar na rua, investigando”, afirmou.

Em fevereiro, Dirceu completaria oito anos de serviços prestados à Polícia Civil. “Era um policial exemplar. Não tinha hora para trabalhar, era realmente um herói. Às vezes não almoçava e não dormia, tudo porque queria ficar trabalhando. Ele ajudou a resolver vários casos”, contou o presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Alexandre Barbosa da Silva. “O Estado está de luto”, emendou.

Velório reuniu centenas de pessoas (Foto: Cleber Gellio)Velório reuniu centenas de pessoas (Foto: Cleber Gellio)
Corpo de policial seguiu para Cemitério Jardim das Palmeiras, onde foi enterrado (Foto: Cleber Gellio)Corpo de policial seguiu para Cemitério Jardim das Palmeiras, onde foi enterrado (Foto: Cleber Gellio)

Amigo de Dirceu, o funcionário público Renato Vieira, 38, contou que o investigador era parceiro para todas as horas, inclusive fora do trabalho. “Ele sempre estava pronto para tudo. Era só ligar para ele que ele ia e atendia. Costumávamos ir à fazenda pescar, ficar na cachoeira e outros”, lembrou.

Dirceu foi criado no interior do Estado e veio à Capital ainda adolescente para estudar. “Desde criança ele falava que queria ser policial. Ele veio, batalhou e conseguiu realizar o sonho”, falou a prima Marta Saraiva, 33. “Ele era uma pessoa maravilhosa e companheira”, completou.

Já a amiga Joana Aparecida dos Santos Fabrício, 41, recordou que Dirceu fazia amizades por onde passava. “Ele era extremamente alegre. Você não via ele triste. Onde ele ia cativava as pessoas. Por isso esse monte de gente aqui”, mostrou.

O velório do investigador da Polícia Civil foi marcado por muita comoção. Os pais dele, que moram em uma fazenda em Rio Negro, não participaram da cerimônia porque ficaram muito abalados. No local, além de parentes e amigos, estavam presentes os três irmãos, dois homens e uma mulher.

Dirceu deixa esposa e uma filha de 14 anos.



Grande amigo Dirceu, conheci essa pessoa maravilhosa ainda adolescente , quando ele tinha uma Honda XL 250 na qual demos muitos roles pela cidade, grande amigo , grande pessoa, fico muito triste em saber de sua monte tão prematura, peço a DEUS que conforte sua família.
 
Ari -filho do Arizao em 03/02/2014 15:45:46
Ta dificil sem vc aqui parceiro, mas espero que esteja fazendo festa ai no ceu ao lado de DEUS, amigo igual a vc é dificil encontrar, mas DEUS, sabe todas as coisas, pra nós so ficou a saudade e lembranças dos momentos que passamos juntos aqui na terra, va com DEUS, fica em paz.
 
Ederson Moreira em 03/02/2014 02:32:05
uma semana antes da sua morte, terminei a construção de sua casa, ele estava muito feliz me agradeceu muito parece que estava sabendo que iria partir, ficamos de encontrar para me passar duas lâmpada pois o mesmo iria viajar no dia seguinte , conheci Dirceu há 20 anos atrás, convivemos 8 anos na mesma seção do aprovisionamento do 18 b log. eramos muitos amigos.
 
vanderlei souza em 01/02/2014 20:19:44
Fiquei muito comovido,com o passamento tragico do meu amigo,Dirceu será sempre lembrado por mim,como um amigo para todas as horas,um exelente chefe de familia.Condolencia a familia que Deus,lhes de o conforto e a paz,nesta hora dificil.
Abraços fraternos.
 
PAULO R.CESCO em 31/01/2014 11:58:34
Dirceu era um grande exemplo de homem, de pai, de filho, de irmão, de amigo... Vai embora e deixa saudades eternas. Esta sendo muito difícil para nossa família, mas o que nos conforta é saber que os responsáveis já estão presos... A única coisa que queremos é justiça...justiça...justiça. Eu sei que não vai trazer ele de volta, mas queremos que os culpados paguem pelo que fizeram.Fica um apelo de uma família desesperada...Vá com Deus Dirceu Rodrigues dos Santos, vai fazer festa lá no céu e brilhar como uma estrela...
 
Grasiela Simões Souza em 30/01/2014 22:09:02
Um amigo irmão!! Exemplo de amizade, companheirismo e lealdade!! Vá com DEUS!
 
Neide Barros em 30/01/2014 16:44:54
Não o conheci, mas o que parece é que quem perdeu foi a família, corporação e as pessoas do bem da sociedade. Que Deus o abençoe e conforte a família. Em breve estarei na corporação e seguirei os exemplos de pessoas como você Dirceu que deixou seu legado para ser seguido.
Só lembrando: poe a cara aí direitos Humanos!!!!
 
Leandro Nogueira da Silva em 30/01/2014 09:59:18
Existem poucos como Dirceu. Vá com Deus.
 
Reginaldo Salomao em 30/01/2014 09:05:53
Um pai de família já não sei mais de casa seguro de que vai voltar. Direitos humanos só serve para defender bandido, cadê agora para defender esse policia, pai de família, essa amigo da comunidade e da lei. Triste e lamentável a morte de um profissional dessa egrégia instituição que com muita dificuldade luta para defender a população de MS. Meus respeitos a essa família e amigos, por que perder alguém que se ama não é fácil de suportar.
 
Ricardo Ramos em 30/01/2014 07:09:14
Que pena a morte desse policial honesto. Em troca, deveriam ir ate o fim com essa investigacao e colocar todos os responsaveis na cadeira eletrica.
 
Jose Goncalves Ferreira em 30/01/2014 01:30:08
ei cade os direitos humanos que não deu o ar da graça com este trabalhador,que esse bandidos mataram sem dó..cade o nobre deputado pedro kemp,não vai dizer nada agora que morreu um trabalhador em função ao trabalho ...vamos la direitos mostre sua cara agora... direito humano nesse país so funciona pra bandidos.....espero que a policia prenda esses miseraveis o mais rapido possivel...
que deus proteja a familia desse nobre policial...
 
antonio avelino em 30/01/2014 01:23:36
Vivemos numa democracia e as eleições estão chegando precisamos mostrar para a sociedade os políticos que fazem leis para beneficiar bandidos e aqueles que estão contra leis que colocam eles nas ruas mesmo depois das barbaries cometidas ! Os índices de criminalidade em países que adotam a pena de morte e prisão perpétua são arrasadoramente menores do que aqueles que não adotam. Não acreditam !? Então compare os índices de morte por homicídios no Brasil com os EUA. O povo é que deve decidir e não uma minoria política tendenciosa !!!
 
Lindomar Nantes Cristaldo em 29/01/2014 23:52:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions