ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Motorista de BMW que matou mulher no trânsito já foi acusado de 2 assassinatos

Wilson Benevides de Souza, 29 anos, possui extensa ficha criminal

Por Kerolyn Araújo e Viviane Oliveira | 25/01/2021 10:33
Vítima foi arremessada a cerca de 10 metros. (Foto: Direto das Ruas)
Vítima foi arremessada a cerca de 10 metros. (Foto: Direto das Ruas)

Foi identificado como Wilson Benevides de Souza, 29 anos, o motorista da BMW que atropelou e matou, na noite de ontem (24), a técnica de enfermagem Carla Jaqueline Miranda, 40 anos. O acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo com Rua Veridiana, no Bairro Estrela do Sul. Ele estava bêbado.

O Campo Grande News apurou que Wilson possui extensa ficha criminal. No sistema de registros de boletins de ocorrência da Polícia Civil, ele é citado em 47 casos, aparecendo como vítima e também como autor.

Entre os boletins onde Wilson aparece como autor, estão casos de porte de drogas para consumo pessoal, vias de fato, lesão corporal (violência doméstica), tráfico de drogas, calúnia, dirigir veículo sem habilitação, desobediência e dois homicídios. Os assassinatos ocorreram em 25 de dezembro de 2012 e 12 de maio de 2013, todos em Campo Grande.

Carla era técnica de enfermagem e trabalhava em um hospital particular. Ela seguia pela Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo, em uma Honda Biz, quando foi atingida pela BMW conduzida por Wilson, que avançou o sinal vermelho pela contramão.

Após a batida, Carla foi arremessada a cerca de 10 metros. Wilson apresentava sinais de embriaguez e foi submetido ao teste de alcoolemia. O resultado foi de 0,57 miligramas de álcool por litro de sangue.

Wilson, que também não tem CNH (Carteira Nacional de Habilitação), foi preso e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário