A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

08/07/2016 23:13

Motorista é advertido, não gosta e atira lata de cerveja no rosto de mulher

Nyelder Rodrigues
Foto foi tirada logo após vítima ser agredida. Ela foi à polícia registrar o caso (Foto: Reprodução Facebook)Foto foi tirada logo após vítima ser agredida. Ela foi à polícia registrar o caso (Foto: Reprodução Facebook)

Uma mulher ficou com o nariz ferido após um motorista ter jogado uma latinha de cerveja em seu rosto, na noite desta sexta-feira (8), no bairro Taquarussu - região sul de Campo Grande.

Por voltada das 21h, a vítima, que tem 55 anos, seguia no banco de passageiro de em um carro na Avenida Ernesto Geisel, na altura do Shopping Norte Sul Plaza, quando o motorista de um Hyundai i30 começou a buzinar.

Logo em seguida, a mulher abaixou o vidro do carro e o Hyundai foi encostado ao lado do carro onde ela estava, começando então uma discussão. Em dado momento, a mulher percebeu que o motorista estava com uma lata de cerveja na mão e o advertiu.

"Ela falou para ele que aquilo era proibido. Foi quando ele atirou a lata no rosto da minha mãe, acertando o nariz dela", comenta a filha da vítima, a jornalista Lívia Machado, que fez a divulgação do caso no Facebook.

Depois da agressão, o motorista fugiu, porém a vítima ainda conseguiu anotar a placa do carro. "Ela me ligou chorando, pedindo orientação. Falei para ela procurar a polícia e registra o caso antes de qualquer coisa", frisa Lívia, esperando que, com os dados da placa do carro, consiga encontrar o autor da agressão.



Vai pensar não Mariana.
O dia que muitos passarem a se incomodar com as coisas erradas que os outros fazem mas que afetam a maioria, esses como o que agora se esconde mas teve coragem de dirigir bebendo e atirar a lata em alguém que o advertiu por estar fazendo algo errado, serão colocados em seu lugar.
Dar um tiro ficou muito fácil hoje em dia mesmo porque o homicida covarde não passa muito tempo preso, mas vão presos.
Pessoas de bem não se acovardem, busquem os meios necessários para denunciar sim, e se possível sem se prejudicar.
Mas se não for possível que seja feita a denúncia (palpite) da vida dos outros que praticam o que não devem e afetam o outro.
Alguns podem levar um tiro na cara chamando a atenção, mas não se esqueça que também morre quem atira.
 
Adriano em 11/07/2016 09:29:53
O problema das pessoas é que andam se metendo demais na vidas dos outros. Quem as pessoas pensam que são pra ficar dando palpites, advertindo e chamando a atenção das pessoas? É nisso que dá. Você nunca sabe quem está do outro lado, que tipo de pessoa é, como vai ser a reação. E se ele tivesse com um revólver na mão? Teria levado um tiro na cara. Acho que se as pessoas se preocupassem mais com a própria vida e deixassem a vida dos outros pra lá, o mundo seria melhor. Pra repreender e tomar alguma atitude quanto a qualquer problema existem as autoridades, os policiais. Posso até dizer que acho muito bem feito o que aconteceu. Da próxima vez vai pensar duas vezes antes de chamar a atenção de quem não conhece.
 
Mariana Carvalho em 09/07/2016 11:08:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions