A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

18/05/2015 16:30

MPE investiga chá para diabetes produzido sem aval da Anvisa

Ricardo Campos Jr.

Os Ministérios Públicos de Mato Grosso do Sul e Minas Gerais investigam fabricação e venda do remédio natural “Diabetes: chá da vida”, sem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Esse produto estava sendo vendido em uma loja de Brumadinho (MG). No rótulo consta que a produção é feita em Campo Grande.

Conforme os autos, o CNPJ gravado no rótulo pertence a uma empresa chamada Chá Diet Ltda. ME, que apesar de constar como ativa na Receita Federal teve o registro cancelado na Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) em maio de 2010.

O remédio é feito com insulina e diversas ervas, sendo indicado para o tratamento de pacientes diabéticos.

A 25ª Promotoria tentou encaminhar ofício pedindo aos responsáveis que se manifestassem sobre o caso. No entanto, o endereço cadastrado junto ao órgão nacional é residencial. A moradora disse que vive no local há dois anos e nunca ouviu falar nessa empresa.

O documento foi encaminhado para Alivino Bressan, que consta como sócio administrador da Chá Diet Ltda, no último dia 11. Ao Campo Grande News, ele disse que se mudou para o Rio Grande do Sul há dez anos e afirma nunca ter fabricado o remédio natural que motiva a investigação.

Ele diz que fazia somente um chá com efeito emagrecedor que também não tinha autorização da Anvisa para a atividade. Quando o órgão decretou a proibição de venda e produção desse produto, ele fechou a firma e mudou de estado. Hoje, ele trabalha com uma argila para o tratamento de sinusite, que segundo ele não precisa de registro por se tratar de substância natural.

MPE faz recomendação à Santa Casa por cobrança ilegal de ultrassom
Cobrança indevida por exame médico, que deveria ser de graça, levou o MPE (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) a publicar recomendaçã...
MPE abre cinco inquéritos para investigar contratos antigos da TVE
Supostas irregularidades em contratos firmados há dez anos pela TV Educativa, maioria deles extinta, motivaram a abertura de cinco inquéritos civis p...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions