A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/12/2011 11:11

MPF investiga morte de paciente após cirurgia no Hospital Universitário

Aline dos Santos e Paula Maciulevicius

"Talvez não tenha sido a morte o pior, mas você procurar ajuda onde tem e ninguém fazer nada”, diz filha

Emocionada, Juliane conta que corria pelo hospital a procura de atendimento para a mãe. (Foto: Simão Nogueira)Emocionada, Juliane conta que corria pelo hospital a procura de atendimento para a mãe. (Foto: Simão Nogueira)

O MPF (Ministério Público Federal) investiga denúncia de omissão de socorro e erro médico que teriam causado a morte da paciente Zenice Dias Pereira, de 45 anos, no HU (Hospital Universitário) de Campo Grande.

Ela foi internada no dia 24 de novembro para retirada do útero, que estava com mioma. No dia seguinte, foi feita a cirurgia e a paciente morreu dois dias depois.

De acordo com a auxiliar administrativa Juliane Pereira Benites, filha da paciente, logo nas primeiras horas do pós-operatório Zenice apresentava sintomas como dores e vômito.

“Ninguém fez nada, vazava um liquido dos pontos e os médicos e enfermeiras falavam que eram gases. Eu vi quando ela morreu, talvez não tenha sido a morte o pior, mas você procurar ajuda onde tem e ninguém fazer nada”, relata a jovem, com a voz embargada pela indignação.

Ela conta que o tempo todo corria pelo hospital atrás de enfermeiros e médicos que pudessem prestar atendimento para mãe. “Nesse momento eu peço justiça. É um apelo por amor, para que se cuide bem dos pacientes, para não tratar com animal. Minha mãe não teve nenhum cuidado depois da cirurgia”.

A família procurou a Associação de Vítimas de Erros Médicos e ontem fez a denúncia ao MPF. Laudo aponta que as causas da morte foram embolia pulmonar e insuficiência respiratória. Agora, os familiares da paciente querem que o hospital forneça o prontuário médico e que o corpo passe por exumação.

“Para nós, já ficou claro que houve várias negligências neste atendimento, omissão de socorro”, afirma o presidente da associação, Valdemar Moraes de Souza. De acordo com ele, quando há morte, a família só consegue o prontuário de atendimento mediante autorização judicial. Neste ano, a associação recebeu 180 denúncias de erro médico.

O Hospital Universitário informou que ainda não foi notificado. Conforme a assessoria de imprensa, quando notificado, o hospital vai repassar os documentos que forem solicitados pelo MPF além de tomar medidas administrativas.

Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Poisé , essa dai é minha tia Zenice . pensa em uma pessoa saudavel , alegre , sorridente , trabalhadora , feliz , então pensou nela . Eu estou indignada com tudo isso e quero justiça . Agente aqui da familía estamos sofrendo muito com a perda da minha tia , e vamos lutar para que a justiça seja feita .
 
Alinny Dias em 20/07/2012 09:25:58
Horrível a morte desta senhora,tem que ter justiça sim,encontrar e punir os culpados,mas em todos os lugares onde há o ser humano ,existe os bons e os maus profissionais,não se pode generalizar e acabar com a reputação de todos da enfermagem,todos deste setor negaram socorro?Todos não aceitaram atender?Boa sorte para a família e que a justiça seja feita,que a mão de Deus seja pesada.
 
adriana silva em 21/12/2011 10:40:38
Meu Deus, que coisa mais triste! Uma senhora tão jovem perder a vida por causa do descaso de maus profissionais... A vida não tem mas valor pra alguns médicos e enfermeiros. Eles só querem que o plantão acabe logo pra eles irem pra casa e receberem o salário no final do mês. Coitada dessa moça que perdeu a mãe dela! Que a justiça seja feita pelamordeDeus!!!
 
Sirlene Amorim em 15/12/2011 12:28:45
Até quando vai acontecer tantas negligências nesses hospitais? O médico só pede exames mais completos quando o paciente está para morrer e o socorro só chega depois da morte do paciente..... lamentável!
 
Eunice Lima em 15/12/2011 05:18:12
Nossa quando li essa noticia fiquei pasma.....porque no mesmo dia meu pai veio a falecer tambem nesse hospital e suspeitamos de erro médico de omissão de ajuda...meu pai stava super bem foi fazer um exame de colonoscopia e foi perfurado o intestino dele ficou mais de 12 horas pra ser operado,acha q um ser humano sobrevive a uma infecção dessas....fica aqui a minha indignação....isso ai e o H .U...
 
Erica Macedo De Souza em 14/12/2011 11:59:24
é muito triste quando acontece isso...e o pior q ninguém faz nada pra melhorar....
 
noemia rocha em 14/12/2011 11:43:44
E ISSO E UM ABSURDO MESMO OQ ACONTECEU CM ESSA MÃE?SÓ DEUS SABE,POIS JUSTIÇA SEJA FEITA MEUS SENTIMENTOS PARA A FILHA DA VITIMA E TODOS OS FAMILIARES ESPERAMOS QUE ALGUÉM FAÇA ALGO E NÃO TENTEM TAMPA O SOL COM A PENEIRA COMO SEMPRE FAZEM SE DEUS QUISER ELA VAI CONSEGUIR JUSTIÇA PELA MORTE DA MÃE DEUS A AJUDE SEMPRE..SENHORES POLITICOS VÉ SE AJUDEM EM ALGUMA COISA ESSA MOÇA ...
 
glória de paula martinez silva em 14/12/2011 11:38:00
a minha mãe demorou mais de 15 minutos para poder ser socorrida e para quem esta tendo uma insuficiencia respiratoria é uma eternidade!até eu q não fiz medicina sei disso e a médica simplesmente entra fecha a porta e em menos de 5 minutos sai e fala q a minha faleceu e nada pode ser feito ser feito!!esse hospital é uma vergonha e a sujeira então nem se fala é horrivel!!
 
juliana sonchine em 14/12/2011 10:04:25
é inacreditavel pois no mesmo dia 24/11/2011 a minha mãe tambem faleceu neste hospital do horror e por incrivel q pareça foi dado a mesma causa da morte!!e a minha mãe foi até la para fazer uma simples cirurgia no joelho e não voltou mais pra casa!!estou inconformada pois os médicos e enfermeiros não fazem nada!será possivel q nenhuma autoridade faz nada!!ou quantos terão q morrer mais??????
 
juliana sonchine em 14/12/2011 10:00:46
É lamentável aparecer na mídia pra falar de um assunto que considero o mais triste de toda minha vida. Mas quero reforçar que meu propósito e de minha família, vai além de simplesmente aparecer e ser noticia, queremos alertar a todos sobre algo que tem nos faltado, principalmente por partes de profissionais da saúde: "AMOR AO PRÓXIMO", mandamento este, importantíssimo, que Deus nos deixou!!!!!!
 
juliane pereira em 14/12/2011 09:56:00
SOU PRIMO DA JULIANE, FOI TERRIVEL VER O DESESPERO DELA DEVIDO OS MÉDICOS NAO SOCORREREM A MAEZINHA DELA, ESPERO QUE JUSTIÇA SEJA FEITA PARA AMENIZAR A DOR.
 
LEANDRO TENORIO CAVALCANTE em 14/12/2011 05:37:56
Eu passei por isso minha cunhada de 22 anos morreu,entrou andando rindo pensado que uma semana depois estaria em casa,teve sepsemia e morreu um dia antes de ter alta o lugar é imundo os medicos nao ta nem ai, nao levaram em conta as queixas de fortes dores que ela sentia,.vamos lutar pelo fechamento desta h do inferno
 
ivone colman em 14/12/2011 05:08:55
De que adianta investir em saúde, reformando o prédio, fornecendo materias hospitalares, se não temos profissionais capacitados?
 
Thaynara Lopes em 14/12/2011 04:47:24
Além do fato do óbito que é super triste, temos ainda que lidar com o descaso das autoridades com relação à essas barbaridades! Até quando vai isso?, quantas pessoas terão que morrer p que sejam tomadas as providências cabíveis? É porque não é mãe, nem parente de nenhum deles que passam por isso!!!! Que isso nos sirva de lição de hora de votarmos!!!
 
Fabiana Marinho em 14/12/2011 04:22:44
tem que fechar este hospital dos horrrores!!!!!!!!!!!!
 
claudia salles em 14/12/2011 02:55:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions