A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/12/2012 19:03

MPF vai apurar atraso e falta de luz na Uniderp durante Enade

Nícholas Vasconcelos
Falta de energia atrasou prova do Enade em Campo Grande. (Foto: Cristina Ramos)Falta de energia atrasou prova do Enade em Campo Grande. (Foto: Cristina Ramos)

O MPF (Ministério Público Federal) instaurou inquérito para apurar o atraso e a falta de energia elétrica na universidade Anhanguera/Uniderp no dia da prova do Enade (Exame Nacional do Desempenho dos Estudantes). O exame foi realizado no dia 25 de novembro e alguns alunos chegaram a esperar 1 hora dentro das salas da universidade sem energia.

Segundo o pedido, publicado no Diário Oficial da União, o inquérito civil foi instaurado para apurar as medidas judiciais e extra-judiciais para apurar “supostas irregularidades ocorridas na aplicação do Exame Nacional do Desempenho de Estudantres (Enade) no campus da Universidade Anhanguera/Uniderp”.

A procuradora Joana Barreiro Batista, a ação foi motivada pelos pedidos de representação feitos por meio do site do MPF. Caso confirmada a irregularidade, a procuradora pede que sejam adotadas as medidas corretivas necessárias.

Depois de 1hora sem energia, já dentro das salas, os acadêmicos foram liberados, com a promessa de que não seriam prejudicados. Um tumulto se formou em frente a instituição de ensino.

Na época, a universidade informou que um laudo foi encomendado para apurar as causas da falta de energia. 

Conforme o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pelo exame, a abstenção chegou a 25% na Uniderp/Anhanguera, onde 1.779 alunos foram avaliados.

Procurada, a universidade informou que vai se pronunciar sobre a instauração do inquérito nesta quarta-feira (12).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions