A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

11/07/2012 09:15

Mulher é indenizada em R$ 10 mil por ser acusada injustamente de furto

Nadyenka Castro

Conforme boletim de ocorrência e relato de testemunhas, seguranças da loja de calçados foram grosseiros e fizeram acusação em público

Uma mulher irá receber R$ 10 mil em indenização por danos morais por ter sido acusada injustamente de furto. O pagamento ficou definido em audiência de conciliação na 1ª Vara Cível de Campo Grande.

De acordo com os autos, no fim da tarde de 16 de setembro de 2010, a mulher estava na loja Studio Z, em um shopping de Campo Grande, e saiu do local em direção ao banheiro do centro comercial.

No trajeto foi abordada por três homens, que, segundo ela, não se identificaram e a forçaram a retornar para a loja.

Quando chegou ao local, que já estava fechado, a mulher foi acusada pelos funcionários de ter furtado uma sandália. Apesar de negar o furto, ela foi encaminhada para a delegacia.

Segundo consta no boletim de ocorrências, a mulher foi abordada de forma mal educada e acusada de furto publicamente. Testemunhas também afirmam que os seguranças da loja foram grosseiros e a levaram para loja na frente de várias pessoas.

Depois disso, ela provou ter comprado a sandália na cidade de Santos, litoral de São Paulo, antes do ocorrido. Na audiência de conciliação, ficou determinado à loja, além do pagamento de indenização, e também a um vendedor, retratação por meio de publicação no jornal Correio do Estado, quanto à acusação.



R$ 10 mil é pouco e não paga a humilhação que ela passou. O que essa loja precisa é contratar funcionários com um mínimo de qualificação e já está passando da hora desse shopping rever a conduta dos seus seguranças.
 
Rosana de Carvalho em 11/07/2012 12:38:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions