A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/11/2015 13:11

Mulher é presa acusada de mandar matar ex-marido após briga de casal

Ex-mulher manda matar ex, após briga de casal

Juliana Brum
Stephani foi apresentada hoje e evitou falar com a imprensa (Foto: Pedro Peralta)Stephani foi apresentada hoje e evitou falar com a imprensa (Foto: Pedro Peralta)

 

 

O delegado Hoffman Dávila, plantonista da Depac Piratininga, apresentou, nesta quinta-feira (12), um dos autores da tentativa de homicídio contra José Adriano Costa Sales, 36 anos, atingido com quatro disparos de arma de fogo durante a noite de ontem (11), no Portal Caiobá II. Stephani Anastácio Alves, 22 anos, ex-esposa da vítima, é a principal suspeita pelo crime. 

A mulher tem a guarda do filho do casal e na última sexta-feira (6), eles tiveram uma briga, porque o ex- marido alegava que ela não cuidava bem do filho deles. Durante a discussão, ela disse que Adriano teria dado um chute nela e, como, recentemente, havia passado por uma cirurgia, teria aberto os pontos. Com raiva ela foi de moto até o presídio de segurança máxima, onde seu atual companheiro, Sandro Serafim Natal, 37, está preso e contou o que havia acontecido.

Stephani falou que Sandro pediu que ela voltasse para casa e que ele mandaria uma pessoa para resolver o caso.
Na noite de ontem, o rapaz conhecido como "Doido" procurou a mulher e os dois foram até a casa do ex-marido para ela mostrar quem era José Adriano e onde ele morava.

A atual esposa de Adriano contou para o delegado que viu Stephani em frente de sua casa, ontem antes do crime. Horas depois, segundo a ex-mulher, o "Doido" voltou ao local com a moto dela acompanhado de outra pessoa que foi na garupa, mas que ela não sabe quem é e encontrou Adriano em uma conveniência do bairro. Onde disparou cinco tiros a queima roupa.

A policia reconheceu a moto e chegou até Stephani após ver as imagens da câmera da conveniência.
Ainda a policia não tem a identidade do rapaz apelidado de "Doido" e nem do garupa que efetuou os disparos.
O SIG (Setor de investigações gerais) está ajudando na localização dos foragidos.

José Adriano Costa Sales passou por uma cirurgia nesta manhã, continua internado na Santa Casa e não corre mais risco de morte.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions