ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Mulher, marido e amigo estão envolvidos no assassinato de universitários

Por Ana Paula Carvalho e Mariana Lopes | 31/08/2012 15:24
Dayane voltava para Campo Grande quando foi presa pela PRF (Foto: Pedro Peralta)
Dayane voltava para Campo Grande quando foi presa pela PRF (Foto: Pedro Peralta)
Policiais estão no local onde corpos foram encontrados (Foto: Rodrigo Pazinato)
Policiais estão no local onde corpos foram encontrados (Foto: Rodrigo Pazinato)

Três pessoas estão envolvidas no assassinato dos universitários que estavam desaparecidos desde ontem à noite. Além de Dayane Aguirre Clarindo, de 24 anos, o marido dela e uma amigo participaram do crime.

Foi ela quem indicou à Polícia o local onde os corpos de Breno Luigi Silvestrini de Araújo, 18 anos, e Leonardo Batista Fernandes, de 19 anos, estavam. Eles foram encontrados caídos um ao lado do outro com uma marca de tiro na cabeça.

De acordo com policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Dayane afirmou que foi coagida a participar do roubo. Ela também relatou que não sabia que os universitários estavam mortos, mas que levou os policiais até o anel viário na região de Indubrasil, porque ontem à noite o trio parou no local.

Dayane contou que o marido e o amigo, que ela conheceu no início da semana, disseram que levariam os dois jovens para urinar, mas depois de alguns minutos voltaram para o carro sozinhos, ligaram o som em volume alto e saíram em direção a Corumbá.

Dayane foi presa hoje de manhã pela Polícia Rodoviária Federal, em Miranda, quando tentava voltar para Campo Grande de carona. Ela será ouvida na Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos).

Caso - Os universitários desapareceram por volta das 20h40min dessa quinta-feira após terem saído do Bar 21, no bairro Miguel Couto, em Campo Grande. Eles chegaram ao local em uma Pajero que foi encontrada pelo DOF (Departamento de Operações da Fronteira), em Corumbá, a 419 quilômetros da Capital, na fronteira com a Bolívia, por volta da 1 hora desta sexta-feira.

Os corpos dos estudantes foram encontrados pela Polícia Militar no início da tarde desta sexta-feira em uma galeria de água pluvial no anel viário entre as saídas de Rochedo e Aquidauana (MS-060 e MS-080).

Policiais da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) e do DOF estão no local e aguardam perícia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário