A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

18/10/2012 13:12

Mulher que abandonou filho devia R$ 455 de roupa para dono de boate

Mariana Lopes

Depois de abandonar o filho em casa por cinco dias e perder a guarda dele, a mãe, de 24 anos, foi na manhã de hoje (18), à Defensoria Pública procurar um defensor para tentar recuperar a guarda da criança.

Ontem ela disse em depoimento à polícia que não voltou para casa porque estava devendo a boate onde trabalha como prostituta e não tinha dinheiro para o transporte e nem comida para levar ao filho.

Hoje, ela contou ao Campo Grande News que está devendo R$ 455 ao filho da dona da boate. O valor é referente a uma compra de roupas que ela fez com o rapaz. “Daí ele desconta todo dia do que recebo na boate, até eu quitar o que devo”, explica.

Ela afirma que trabalha no local há mais de dois anos e que de lá para cá já ocupou também a função de caixa. “Fui substituir uma funcionária, mas pedi para voltar a fazer programa, dá mais dinheiro e é mais fácil. Tiro cerca de R$ 150 por noite, no final do mês dá um valor bacana”, diz.

À polícia, a mãe confessou que deixou o filho mais de uma vez sozinho, mas nunca por tanto tempo. Ao Campo Grande News ela disse que o menino sempre ficava com a irmã dela, mas que desta vez ela estava com muitos compromissos.

“Sei que minha irmã faz de boa vontade, mas não gosto de incomodar, então eu disse a ela que tinha arrumado alguém para ficar com o meu filho, mas era mentira”, conta.

A criança, que, segundo a mãe, tem na verdade 4 anos e 6 meses, ficou cinco dias sozinha em casa, se alimentando apenas com mangas do quintal de onde morava. De acordo com o Conselho Tutelar, a criança chegou a dizer que tinha 9 anos e a idade passada ao órgão e à delegada foi 6 anos.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Regina Márcia Rodrigues, da Depca (Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente), será instaurado um procedimento para apurar possível exploração sexual e cárcere privado por parte dos donos da boate onde Maria de Fátima trabalha.

Duas pessoas do estabelecimento foram intimadas e devem prestar depoimento na tarde de hoje.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions