ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Mulher que cegou ex-namorado deve responder por lesão corporal gravíssima

Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o caso e já começou a ouvir testemunhas

Dayene Paz | 24/02/2023 09:15


A mulher suspeita de jogar produto corrosivo no rosto do ex-namorado, o tatuador Leandro Coelho, 30 anos, que ocasionou cegueira, deve responder por lesão corporal gravíssima. O crime ocorreu na noite de quarta-feira (22) e a 5ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande já instaurou inquérito para investigar o caso.

O delegado responsável pelo inquérito, Felipe Madeira, afirmou que desde ontem são feitas diligências. A partir desta sexta-feira (24), ele começa a ouvir formalmente as testemunhas. "Tudo indica que foi premeditado, mas ainda estamos fazendo os levantamentos", pontuou.

Para o delegado, a mulher não teve a intenção de matar, mas sim de ocasionar em uma lesão permanente. "Seria uma suposta vingança por ciúmes, mas ainda não ouvimos as testemunhas formalmente para essa confirmação", pondera. Madeira também disse que os resquícios do produto foram encaminhados à perícia, para que sejam analisados.

Por fim, o delegado diz que não pode informar, por enquanto, se pedirá a prisão da suspeita, que ainda não foi localizada. A reportagem apurou que nas redes sociais, ela chegou a trocar o nome do perfil.

Crime - O tatuador voltava da academia e estava chegando em casa, no Aero Rancho, quando viu a ex-namorada, que sinalizou para que ele parasse no intuito de conversarem. Ao parar a moto, a mulher jogou o líquido de uma caneca no rosto da vítima. O tatuador disse que ficou "atordoado", sentindo o rosto e olhos queimando.

Ele, então, andou com a moto por alguns metros, mas não aguentou a dor e perdeu a visão. Foi o momento em que parou e pediu socorro na casa de um morador. Em seguida, a vítima lavou o rosto com água da mangueira, mas sua visão escureceu e não voltou mais. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para a Santa Casa.

A família informou que a ex-namorada tinha ciúmes doentio pelo fato de o homem ser tatuador. "Essa é a profissão dele e sabemos que não existe escolhas para tatuar uma pessoa. A cliente que escolhe, bunda, seios, seja lá onde for", descreveu a irmã nas redes sociais. O médico oftalmologista confirmou que o rapaz ficou cego dos dois olhos.

Nos siga no Google Notícias