A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/02/2016 21:54

Mulher que fugiu de unidade de saúde na Vila Almeida segue desaparecida

Nyelder Rodrigues

Continua desaparecida Maria Lola Valdes, 49 anos, desaparecida desde a manhã de segunda-feira (22), quando fugiu do Caps (Centro de Atenção Psicossocial) da Vila Almeida, em Campo Grande, após descuido de um funcionário.

Segundo o marido de Maria, Clotildo Gonçalves, 60 anos, ele e amigos da igreja receberam a informação de que ela foi vista no Jardim Colibri essa noite e foram procurá-la. Porém, até o fechamento da matéria, ela não tinha sido encontrada.

Por volta das 16h50 de ontem, Clotildo registrou boletim de ocorrência na 7ª DP (Delegacia de Polícia Civil) informando o desaparecimento da mulher. À reportagem, ele contou que Maria sofre de epilepsia e estava internada há sete dias.

“Ela saiu sem ser vista, ninguém sabe o paradeiro dela”, reclama. Em nota, a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) diz que o Caps foi mantido trancado durante o período em que a paciente se mostrou agressiva - chegando a quebrar a porta de quarto.

No entanto, em um momento em que a porta principal ficou aberta para receber pacientes, a mulher conseguiu fugir. Imediatamente, uma equipe com enfermeiros foi acionada e as buscas por Maria Lola iniciadas.

“Foi um lapso de um funcionário administrativo não ter trancado imediatamente a porta após a entrada dos pacientes para consulta”, diz o texto. A Secretaria de Saúde abrirá uma sindicância para identificar o responsável.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions