A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

19/10/2017 14:40

Mulheres indígenas recebem secretarias da mulher e discussão sobre outubro rosa

Mulheres da comunidade indígena Santa Mônica participaram de encontro junto à Subsecretaria de políticas públicas para mulheres; Serviços de beleza e saúde foram levados às indígenas

Izabela Sanchez
Mulheres indígenas da Santa Mônica receberam cuidados de saúde e estética (Foto: Gerônimo Interlandi)Mulheres indígenas da Santa Mônica receberam cuidados de saúde e estética (Foto: Gerônimo Interlandi)

O outubro rosa, mês que simboliza à prevenção ao câncer de mama, desafia o poder público municipal a alertar mulheres de toda a Capital sobre o aumento da doença. As mulheres indígenas do bairro Santa Mônica participaram de discussão nesta quinta-feira (19) junto à Semmu (Subsecretaria de políticas públicas para mulheres).

Conforme divulgou a Secretaria, durante todo o ano de 2016, 111 mulheres faleceram em decorrência do câncer, 86 por câncer de mama e 25 por colo de útero. a Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulher do Governo do Estado também ajudou a organizar o evento. Além da discussão, serviços sobre cuidados com a saúde e a estética também foram levados às mulheres.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura da Capital, o cacique da comunidade, Romualdo Lopes, comentou sobre a aproximação do poder público com os indígenas. “Esta é uma ação que orienta as mulheres sobre a prevenção da saúde. E com relação ao corte de cabelo, elas são muito vaidosas e gostam de participar dessas atividades”, comenta Romualdo.

A articulação entre as secretarias levou o Ônibus Lilás às mulheres indígenas. Elisamara Dias, conforme a assessoria de imprensa da administração municipal, sente falta dos espaços que cuidam da estética das mulheres, distantes de onde vive.

“Para nós que cuidamos dos filhos e de casa, esta ação é muito importante tanto nas informações dos direitos das mulheres, como também no embelezamento”, explicou.

Outubro Rosa

O número de casos de câncer de mama fez a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) emitir alerta. Ao divulgar boletim epidemiológico, a Sesau destacou o perigo do aumento, entre outras doenças, do câncer de mama. A Sesau ainda estima que a faixa etária mais atingida pelo câncer de mama são as mulheres idosas, de 65 anos: 31 mulheres faleceram em decorrência da doença, 40% das mortes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions