ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 20º

Capital

No Dia da Mulher, homem é condenado a 29 anos por matar irmã

Em dia emblemático, violência contra mulher acaba em sentença de 29 anos por feminicídio

Ana Beatriz e Geniffer Rafaela | 08/03/2023 15:30
Antônio em pé, julgado na manhã desta quarta-feira, em Campo Grande. (Foto: Bruna Marques)
Antônio em pé, julgado na manhã desta quarta-feira, em Campo Grande. (Foto: Bruna Marques)

Dois meses antes de completar 1 ano do crime, Antônio Benites, de 38 anos, conhecido como "Ninho", foi condenado a 29 anos, 4 meses e 10 dias de reclusão, em regime fechado, e ao pagamento de 55 dias-multa, por assassinar a própria irmã, no dia 27 de maio de 2022.

“Ninho”, que foi submetido ao júri popular nesta manhã e preferiu o silêncio, foi condenado por feminicídio, qualificado por motivo fútil, asfixia e recurso que dificultou a defesa da vítima.

O crime aconteceu na região do Bairro Tiradentes, em Campo Grande. À época, ainda na fase da investigação policial, o autor confessou ter matado Patrícia Benites Servian, de 31 anos, porque, segundo ele, os dois se desentenderam enquanto bebiam juntos e ele a estrangulou porque ela xingou-o na discussão.

Além disso, o réu cometeu o crime na frente do filho de Patrícia, no caso, sobrinho dele, de 5 anos. Na época, Antônio utilizava tornozeleira eletrônica, pois respondia por outro crime.

Para fugir, ele retirou o equipamento com a ajuda de uma tesoura. No ano de 2019, "Ninho" foi diagnosticado por perícia psicológica como psicopata, conforme laudo anexado em processo que ele respondeu por estupro.

Apesar de o feminicídio ter acontecido numa madrugada, o caso só veio à tona após familiares darem falta de Patrícia e invadirem a sua casa no final da tarde. Depois da família ter descoberto o que aconteceu, Antônio fugiu correndo, mas foi preso após três dias por policial que saía do plantão. O militar encontrou o homem no anel viário, próximo ao pontilhão na saída para Três Lagoas.

Nos siga no Google Notícias