A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/09/2014 16:25

Nove meses após crime, mulher vai encarar assassino de filha na Justiça

Renan Nucci
Acusado de matar decoradora vai prestar depoimento durante audiência amanhã. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)Acusado de matar decoradora vai prestar depoimento durante audiência amanhã. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

No dia 18 de janeiro, a decoradora Mauryani Melgarejo, 29 anos, foi friamente assassinada pelo ex-marido da tia, Francisco Ubirajara Marques, 52 anos, na frente da filha de seis anos. Amanhã (24), às 15h30, acontece no Fórum de Campo Grande a primeira audiência sobre o caso. A mãe, Rosália Cristina Francisco, 51 anos, ainda não decidiu se vai encarar o assassino da filha.

Na ocasião, devem ser ouvidos além do acusado, a mãe a irmã e o companheiro de Mauryani, assim como a cunhada do réu que lhe prestou abrigo após o crime. “Desde que recebi a visita do oficial de justiça estou muito ansiosa. Ainda não sei se terei coragem de encará-lo frente a frente. Até o início da audiência terei que dar uma resposta. Às vezes me sinto encorajada, às vezes tenho dúvidas”, disse Rosália.

Ela explica que jamais irá perdoá-lo pelo que fez, e afirma que se pudesse, lhe diria umas boas verdades. “Ele que peça justiça à Deus, não à mim. Se eu tivesse a oportunidade, jogaria na cara dele as coisas que ele me falou. Aquele homem dizia que iria matar a família que é cheia de mulheres, falava que jamais seria preso e que iria se vingar de todo mundo. Eu fui atrás de pistas com a polícia e não descansei até que ele fosse preso”, contou.

Ainda abalada, a mulher que trabalha como confeiteira alega que tem buscado forças nos neto para continuar com sua vida. “É difícil e em alguns momentos a gente pensa em desistir de tudo, mas vejo meus netos, em especial minha netinha que viu a mãe ser morta, e sinto que ainda tenho muito a fazer por eles, e que tenho que seguir firme”, relatou Rosália. O julgamento de Francicos deve acontecer somente no ano que vem.

O Crime – Por volta das 18h20 daquele dia 18 de janeiro, sábado, Mauryani estava em casa com a filha e o companheiro, que não era pai da menina. Elas viviam em uma edícula aos fundos de um restaurante no cruzamento da Rua Tembes com a Tupina, no Jardim Leblon. Franciso apareceu no local armado, e atirou cinco vezes contra a decoradora. Dois dos disparos a atingiram no rosto e nas costas. Ela não resistiu e morreu.

Ao notar a aproximação do assassino, o companheiro da vítima saiu para tentar pedir ajuda, em vão. O motivo do crime foi porque a tia de Mauryani se separou do autor, e por isso, ele jurou vingança contra toda a família dela. Durante o velório, o homem enviou por diversas vezes, mensagens nos celulares das mulheres, proferindo ameaças. Meses depois, Franciso, que já tinha passagens pela polícia por diversos crimes, entre eles estupro, acabou preso.

Antes de matar decoradora, homem mudou de casa e anunciou assassinato
Autor de um homicídio, que marcou a família da decoradora Mauryani Melgarejo, 29 anos, no dia 18 de janeiro deste ano, em Campo Grande, Francisco Ubi...
Acusado de matar decoradora continua solto e família segue sob terror
A uma semana de se completar 30 dias do assassinato da decoradora Mauryani Melgarejo, 29 anos, a Polícia ainda não possui pistas do paradeiro de Fran...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions