A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/04/2014 08:15

Obras de drenagem estão entre prioridades definidas pelo Planurb

Mariana Lopes
marcos Cristaldo prioriza drenagem e revitalização na área central (Foto: Paulo Francis)marcos Cristaldo prioriza drenagem e revitalização na área central (Foto: Paulo Francis)

Uma das principais prioridades da nova gestão do Planurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano) são as obras de drenagem em Campo Grande, segundo o atual secretário, Marcos Cristaldo, que assumiu a pasta junto com o prefeito Gilmar Olarte (PP).

“Temos alguns gargalhos, e o Plano de Saneamento Básico é um deles”, explica Cristaldo. Dentro deste plano há quatro eixos: água, esgoto, resíduos sólidos e drenagem. Contudo, o secretário afirma que o primeiro passo a ser feito o levantamento do corpo técnico do Planurb.

E para desenvolver todo o projeto de drenagem, o secretário pontua que é necessário primeiro promover uma capacitação dos engenheiros do órgão, pois ele acredita que este é o plano de maior impacto na cidade.

“Tem que ser feito um estudo muito detalhado, porque precisamos pensar em uma obra que ainda dará certo daqui a 20 anos, então temos que pensar em como estará a cidade até lá”, ressalta Cristaldo.

Após algumas reuniões com o prefeito, o secretário afirma que elencou algumas prioridades, entre elas também está a revitalização da área central de Campo Grande, que vai desde a Orla Ferroviária, a antiga rodoviária, o Centro de Belas Artes e o comércio do Centro.

Segundo Cristaldo, o projeto do Centro de Belas Artes será resgatado. “Ainda não sei como será tocada a obra lá, é preciso um estudo e ele está em andamento já”, garante o secretário.

Na área que compreende o comércio da região central, o secretário afirma que a empresa que irá executar o projeto já foi selecionada no processo licitatório e agora o Planurb irá fazer as diretrizes para elaborar esses projetos.

Sobre o prédio da antiga rodoviária, Cristaldo pontua que é necessário montar um plano que abranja também todo o entorno do local. “Temos que revitalizar a fachada, arborizar, fomentar o comércio, analisar a vida noturna da região, não basta apenas mexer no prédio”, enfatiza o secretário.

Uma das propostas é oferecer melhorias também aos dogueiros. “São eles que dão vida ao prédio durante a noite, precisam de uma resposta melhor da Prefeitura”, afirma o secretário.

O mesmo ele pontua sobre os vagões de lanche da Orla Ferroviária. “Eles ficaram abandonados lá, temos que analisar a situação e ver o que podemos fazer”, acrescenta. Em ambos os locais, Cristaldo aposta falta segurança para ser mais movimentado.

Contudo, ainda em relação ao prédio da antiga rodoviária, Cirstaldo destaca que antes de qualquer planejamento no local é necessário haver uma acordo entre o público e o privado, já que a maior parte do prédio é particular.

O secretário ainda cita mais duas prioridades para saírem do papel até o próximo ano. Uma delas é em relação às zonas de interesse ambiental espalhadas pela cidade.

“São áreas de preservação, mas que muitas vezes são particulares e os proprietários não podem fazer nada, então estamos pensando em uma maneira de beneficiá-los, isso pode ser através de uma isenção do IPTU, por exemplo. Estamos vendo o que pode ser feito”, conta o secretário.

A outra proposta que está entre as prioridades já foi firmada parceria com a Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e Agronegócio). “Vamos montar um planejamento estratégico para as grandes indústrias, feito por economistas, para alavancar o setor”, revela Cristaldo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions