A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/04/2014 09:20

Obras de recapeamento da Guaicurus devem ser concluídas em 5 meses

Aliny Mary Dias
Obras começaram na manhã desta segunda-feira (Foto: Cleber Gellio)Obras começaram na manhã desta segunda-feira (Foto: Cleber Gellio)

Anos de espera para moradores de 16 bairros situados na região da Avenida Guaicurus começaram a ter um fim na manhã desta segunda-feira (14). Operários e máquinas já estão trabalhando nas obras de recapeamento e drenagem da avenida palco de acidentes constantes. Na semana passada, moradores atearam fogo em pneus e protestaram contra o atraso nas obras.

O trecho da avenida na esquina com a Rua Salomão Abdalla, no Jardim Itamaracá, foi interditado por equipes da Agetran (Agência Municipal de Trânsito) para que as máquinas pudessem dar início ao corte do asfalto que será substituído por uma nova pavimentação.

O chefe da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Semy Ferraz, acompanhou o começo das obras e afirma que todo o trabalho durará cinco meses. As obras incluem o recapeamento, a drenagem e a ciclovia, que ainda não foi licitada por problemas no projeto.

O trecho de 10 quilômetros da avenida foi dividido em três lotes. O primeiro vai da Avenida Gury Marques até o mini anel rodoviário, o segundo até o museu José Antônio Pereira e o último termina na rotatória do bairro Dom Antônio.

Conforme o secretário de Obras, as interdições da avenida serão feitas por partes para que o trânsito possa fluir o melhor possível. “Nós iremos desviar pelas ruas paralelas e fazer um das mãos da avenida em mão dupla. A Agetran estará aqui sempre orientando os motoristas”, explica.

Ainda segundo Ferraz, no auge das obras, a Avenida terá o emprego de cerca de 300 operários para que o trabalho seja concluído dentro do prazo.

Secretário explica que trabalhos durarão cinco meses (Foto: Cleber Gellio)Secretário explica que trabalhos durarão cinco meses (Foto: Cleber Gellio)
Asfalto começou a ser cortado (Foto: Cleber Gellio)Asfalto começou a ser cortado (Foto: Cleber Gellio)

Alívio – Para moradores que esperaram pelo movimento das máquinas há mais de uma década, o sentimento é de vitória e esperança por uma melhor condição de vida na região.

“Eu já perdi as contas de quantas vezes caí de moto na Guaicurus, agora esperamos que façam a obra e melhore a nossa vida”, conta o comerciante João Mercado, de 56 anos, que há 17 anos vive no bairro Itamaracá.

Integrante da comissão de moradores da região, responsável pelo protesto realizado no último dia 7 e que chamou a atenção das autoridades, Sandro Lopes, afirma que os moradores ficarão atentos e irão fiscalizar a obra.

“Eles pediram para a gente cobrar e fiscalizar, estamos aqui para isso. Vamos acompanhar e todos vão ficar de olho”, diz.

Para acompanhar as obras e unir ainda mais os moradores, a comissão criou uma página no Facebook. Os “Amigos da Guaicurus” prometem publicar o andamento das obras e fotos de todo o trabalho.



Muito bom espero que seja o primeiro de outros recapeamentos, mas veja bem não adianta em nada recapear e abrir depois buracos e sair remendando de forma irregular como já acontece nas bandeiras, pois alguns buracos são abertos para obras e depois são mal fechados deixando o nível da via em desalinho.
 
César Catunda em 14/04/2014 10:43:08
Gostaria de saber pq tem que esperar o fim da obra pra fazer a sinalização?
Será que é para ocorrer mais acidentes, e a guaicurus não perder a má fama?
pq não faz o recapeamento de um pedaço e já faz a sinalização! não conseguem fazer duas coisas ao mesmo tempo né?
 
simone pereira de menezes em 14/04/2014 10:39:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions