A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Julho de 2019

26/06/2019 07:33

Operação da PF mira casas que servem de apoio ao PCC em Campo Grande

Investigações começaram com bilhetes de ameaça de morte no presídio federal

Aline dos Santos
Bilhetes com ameaças  foram interceptados na Penitenciária Federal de Campo Grande. (Foto: Alcides Neto/Arquivo)Bilhetes com ameaças foram interceptados na Penitenciária Federal de Campo Grande. (Foto: Alcides Neto/Arquivo)

Uma rede de casas de apoio à facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) é alvo da operação KRIMOJ (tradução de crime em Esperanto), deflagrada nesta quarta-feira (dia 26), em Campo Grande. O serviço em favor do crime também assiste a outras facções: CV (Comando Vermelho) e FDN (Família do Norte).

A ação cumpre seis mandados de busca e apreensão expedidos pela 3ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande. As investigações começaram em fevereiro de 2019, quando bilhetes com ameaças de morte a servidores públicos federais, por parte de membros do PCC, foram interceptados na Penitenciária Federal de Campo Grande.

As casas de apoio são mantidas pelas facções, que financiam custos com aluguéis, verbas para manutenção dos imóveis e passagens aéreas para os ocupantes de outros Estados. Os investigados podem responder pelos crimes de organização criminosa e ameaça.

A operação mobiliza 30 policiais federais e 15 agentes federais de execução penal. A ação é realizada pela PF em parceria com o Depen (Departamento Penitenciário Federal). A Polícia Federal fará coletiva sobre a operação às 10h, em Campo Grande.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions