A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/06/2014 08:52

Operação reprova 50% dos bares e boates vistoriados em Campo Grande

Bares e boates irregulares podem ser interditadas, segundo a Polícia Civil

Renan Nucci
Delegada Suzimar Bastistela diz as ações serão rotina na Deops. (Foto: Daniela Zanetti/O Estado MS) Delegada Suzimar Bastistela diz as ações serão rotina na Deops. (Foto: Daniela Zanetti/O Estado MS)

Operação realizada em conjunto pela Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social ), Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e Corpo de Bombeiros, encontrou irregularidades em 50% dos bares e boates vistoriados em Campo Grande. Os principais problemas são relacionados à falta de alvará, principalmente dos bombeiros, o que indica que o local não cumpriu todos os requisitos de segurança.

Segundo a delegada Suzimar Bastistela, titular da Deops e responsável pela operação, as ações realizadas no último dia 6 tiveram como foco a fiscalização dos alvarás em 15 estabelecimentos na área central, nos bairros Tiradentes e Santo Antônio.

De acordo com ela, os locais em desacordo com a legislação foram notificados, e caso os problemas não sejam sanados no período estipulado, há risco de interdição. “O objetivo da operação foi coibir irregularidades nos estabelecimentos, a fim de garantir a ordem e a segurança dos frequentadores. Se nos próximos dias não houver adequação, os alvarás vão ser cassados”, disse.

De acordo com a delegada, alguns dos estabelecimentos não possuíam alvarás fornecidos pela Deops, Semadur e Corpo de Bombeiros. “Além da ausência de alvarás, também encontramos problemas que iam desde cadeiras nas calçadas, que impediam a passagem de pedestres, até a falta de um projeto de segurança (ausência de saídas de emergência, extintores e outros itens exigidos pelos bombeiros, por exemplo), o que pode colocar em risco a vida dos frequentadores ”.

A delegada afirma que as atividades vão continuar nos próximos dias, priorizando, inclusive, denúncias por perturbação de sossego. “Esse tipo de operação será uma rotina na Deops a partir de agora, já que compete a esta unidade a fiscalização de estabelecimentos destinados a exploração de diversões públicas, bem como hotéis, bares e similares”, finaliza a delegada Suzimar.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deops fecha casa de jogos e apreende 14 máquinas caça-níqueis
Após uma denúncia anônima, investigadores da Deops (Delegacia Especializada em Ordem Política e Social) fecharam na noite desta quarta-feira (11) uma...
Deops apreende 7 caça-níqueis em apartamento na Rui Barbosa
Proprietário e mais três pessoas foram detidas no localA Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social) apreendeu nesta tarde sete máqui...
Deops fecha casa de jogos no centro da Capital
A Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social) fechou na tarde de hoje uma casa de jogos que funcionava no centro de Campo Grande. Dura...




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions