ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Organização defende que concurso de Miss Baby foi feito sem aglomeração

Secretário de Saúde critica a realização do evento que considera afronta as recomendações de isolamento social

Por Maressa Mendonça | 01/06/2020 13:39
Evento foi alvo de críticas do secretário estadual de Saúde; organização afirma ter seguido normas de biossegurança (Foto: Redes sociais)
Evento foi alvo de críticas do secretário estadual de Saúde; organização afirma ter seguido normas de biossegurança (Foto: Redes sociais)


Os organizadores do Miss Baby realizado no último sábado (28), em Campo Grande, defendem que o evento seguiu normas de biossegurança e foi feito sem aglomeração. A resposta tem relação com críticas feitas pelo secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, que considera afronta a realização de qualquer tipo de festa em meio à pandemia do coronavírus.

À reportagem do Campo Grande News, a organizadora Alessandra Moraes explicou que o evento realizado no sábado foi feito apenas com as finalistas de cada categoria. “Não tinha nem 15 pessoas no local e era um espaço aberto”, resumiu, sem informar a localização. Ela se negou a dar essa informação.

 Segundo ela, as etapas anteriores foram feitas online.  “Esta etapa final aconteceu de acordo com as normas de segurança, sendo uma seletiva interna sem presença de público e estando no local apenas um acompanhante da criança, os jurados e as candidatas”, informou.

Alessandra informou que todos estavam de máscara. Segundo ela, as crianças retiraram os equipamentos rapidamente para fotos e após esse período foram para a casa. Alega, ainda, que foi higienizado entre a chegada de uma categoria e outra. “Teve uma denúncia. Um fiscal foi até o local, verificou que estava tudo em ordem e se retirou”, completou a organizadora.

Conforme a organizadora,  a intenção inicial era deixar o evento para setembro, mas os pais das crianças pediram pela realização em junho para dar tempo de as meninas se prepararem para a etapa nacional prevista para dezembro. “ O intuito era a arrecadação de mantimentos não perecíveis e foi arrecadado mais de meia tonelada de mantimentos para doação”, finaliza.

Pouco antes do evento as organizadoras publicaram uma nota nas redes sociais informando que este ano o evento seria intimista. “Apenas jurados, candidatos e pais”.

Afronta - Em tom de desabafo, o secretário de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Rezende, criticou nesta segunda-feira (1) o desrespeito à orientação para que as pessoas evitem aglomerações e disse que a atitude vai se refletir no aumento de contágio pelo novo coronavírus.

“Precisamos e fazemos o apelo à toda sociedade. Sem a sua participação, sem a participação da sua família, ao final dessa guerra, podemos ter muitos casos, muitas vítimas e é isso que queremos evitar”, declarou Resende.