A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/05/2013 22:34

Organizadores do show podem ser responsabilizados por morte no Jóquei

Viviane Oliveira
Local onde o corpo de Idenilson foi encontrado. (Simão Nogueira)Local onde o corpo de Idenilson foi encontrado. (Simão Nogueira)

O delegado da 5ª Delegacia de Polícia, Cláudio Martins, disse que as investigações sobre a morte do ex-soldado do Exército, Idenilson da Silva Barros, de 20 anos, finalmente avançaram para o esclarecimento dos fatos e da autoria.

A vítima, Idenilson da Silva Barros, de 20 anos, que havia ido ao show de Munhoz e Mariano com a namorada e um grupo de amigos, foi encontrada morta no último domingo (19) por volta das 6h no estacionamento.

Desde o início, o delegado trabalha com a hipótese de que o jovem tenha sido assassinado. Ele aguarda o laudo necroscópico e o laudo do local para esclarecer a autoria do crime.

Ele explica ainda que a organização do evento também pode ser responsabilizada, caso sejam verificadas irregularidades em relação à segurança. Pelo menos 100 homens trabalhavam na noite do show.

O caso - Idenilson havia ido ao show de Munhoz e Mariano com amigos e a namorada. Eles estavam na área vip e tinham combinado de ir embora na última música. Cerca de meia hora antes do fim, por volta de 3h50min, Idenilson se afastou e não foi mais visto.

Enquanto estava com os amigos, discutiu com a namorada e também esbarrou em algumas pessoas. A situação foi contida por um segurança e filmada pelo rapaz pelo celular, que também gravou a apresentação.

Conforme Cláudio Martins, o esbarrão não resultou em briga nem em discussão, sendo a situação resolvida rapidamente. Em um determinado momento, Idenilson se afastou. Os amigos pensaram que ele tivesse ido ao carro esperá-los, pois não poderia mais voltar.

Quando o grupo saiu do show, passou a ligar para Idenilson, que não atendeu a nenhuma chamada. Pela manhã, souberam da morte. Eles contaram à Polícia que o jovem havia bebido pouco e que o único objeto de valor que tinha era o aparelho de celular. O aparelho não foi encontrado e pode ter sido levado pelos mesmos autores do homicídio ou perdido. 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions