A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

27/07/2014 08:45

Para garantir quarentena, peixes do Aquário começam a ser capturados

Lidiane Kober
Obras de galpão estão a todo vapor para receber tanques que vão abrir peixes do Aquário (Foto: Marcelo Victor)Obras de galpão estão a todo vapor para receber tanques que vão abrir peixes do Aquário (Foto: Marcelo Victor)

Com galpão e tanques quase prontos para abrir quarentena, os peixes a serem exibidos no Aquário do Pantanal começam a ser capturados e comprados a partir do mês que vem. Todo o processo de readaptação será acompanhando por especialistas de universidades e da PMA (Polícia Militar Ambiental).

De acordo com o chefe da Semac (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia), o engenheiro Carlos Alberto Negreiros Said Menezes, o Governo do Estado está finalizando a construção de um galpão com tanques, na sede da PMA, para abrigar os peixes.

“É o centro de recepção e quarentena das espécie, ou seja, um galpão, com todo um sistema de água e energia especial, em tanques, similar as condições de vida do aquário”, detalhou o secretário.

Ainda segundo ele, o local será monitorado 24 horas para acompanhar o processo de readaptação, as mudanças na alimentação e, se for necessário, serão realizados tratamento de parasitas ou doenças. “Serão de dois as três meses de tratamento para chegar ao aquário”, contou Negreiros.

Neste sentido, ele contou que, a partir de agosto, os peixes serão capturados e outros comprados. “Existe uma equipe especializada, coordenada pelas universidades e apoiada pela PMA, que tem todo um programa de captura e compra”, disse.

Os peixes vão vir de rios do Estado, como Miranda, Piquiri e Paraguai, e outros serão comprados. “Será tudo brasileiro e alguns devem vir do Mato Grosso e da Amazônia”, afirmou o titular da Semac.

Além dos peixes, o Aquário contará com um ambiente para demonstrar o lar de outras espécias locais, como lontras, antas, jacarés, ariranhas e outros anfíbios. Essas espécies também serão capturadas a partir de agosto.

Orçada em R$ 120 milhões, o Aquário do Pantanal será o maior de água doce do mundo e terá uma cobertura complexa que vai abrigar 24 tanques para representar os Rios Miranda, Piquiri e Paraguai.

O espaço também vai proporcionar pesquisas sobre a fauna pantaneira e tem a pretensão de atrair estudantes e universidades do mundo inteiro, além de 150 mil turistas por ano.

O projeto inclui ainda biblioteca, laboratório, auditório, salas para exposição, praça de alimentação e uma passarela suspensa com aproximadamente 70 metros de extensão.

Serão cerca de sete mil animais em exposição, subdivididos em mais de 200 espécies, entre peixes, invertebrados, répteis e mamíferos. A previsão do governo é cobrar entre R$ 10 a R$ 20 para os visitantes conhecer a atração.



Se o dinheiro usado é publico,ou seja nós estamos pagando não entendo o porquê da cobrança de entrada
 
marcelo de souza ajala em 28/07/2014 08:00:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions