A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

22/10/2017 15:30

Para Pedro, sonho de se tornar jogador de futebol depende de cirurgia

Com 15 anos, ele deseja ser jogador de futebol, mas uma má-formação no osso do quadril dificulta realização do sonho

Bruna Kaspary
Pedro Augusto, à esquerda, joga desde que era pequeno (Foto: Arquivo Pessoal)Pedro Augusto, à esquerda, joga desde que era pequeno (Foto: Arquivo Pessoal)

Jogando futebol desde criança, aos 15 anos Pedro Augusto Foizer Jeha sonha com a tão disputada vaga em um time profissional, mas os treinos intensos fizeram com que aumentassem algumas dores que ele sentia, também desde pequeno. Para conseguir continuar sonhando, ele depende de uma cirurgia para corrigir uma má-formação.

"Ele sente dor principalmente na região da virilha, ficamos uns cinco meses investigando o que seria, até que o médico descobriu que o Pedro tem uma má formação em um osso importante do quadril", explica a mãe do adolescente, Karina Foizer, 38 anos.

Antes de descobrir o que lhe provocava tanta dor, Pedro passou por diversos médicos. "Quando saí do consultório, pensei até em não fazer a cirurgia. Era muito cara, mas o médico disse que o caso dele era prótese, e que se não fizesse agora, ele iria ter que colocar uma em dez, quinze anos", explica a mãe.

E para piorar a situação do sonhador Pedro, como as dores que ele sente são na perna direita, ele acaba forçando demais a perna esquerda. "O médico disse que dentro de um ano ele terá que fazer a cirurgia na outra perna também, porque está prejudicando muito", conclui Karina.

Pedro Augusto, aos 11 anos, após ganhar medalha em campeonato (Foto: Arquivo Pessoal)Pedro Augusto, aos 11 anos, após ganhar medalha em campeonato (Foto: Arquivo Pessoal)

Em Campo Grande, a cirurgia está avaliada em R$ 15 mil. A urgência para conseguir o valor para a cirurgia de Pedro é que, no final de novembro, o médico de Curitiba virá para Campo Grande para realizar a cirurgia. "Aqui até tem um hospital que pode fazer esse tipo de cirurgia, mas não tem mão de obra, e esse valor é somente para esse médico".

Para conseguir pagar a cirurgia do filho, que está desolado por não poder jogar bola, Karina resolveu pedir doações nas redes sociais. "Acho que ele nem está sentindo muita dor mais, ele cresceu com isso, mas ele sente muito por não conseguir jogar bola", lamenta.

"Com a vaquinha virtual e as doações, a gente já conseguiu uns quatro mil reais, nós precisamos mais dez mil, pelo menos, para conseguir", explica Karina. Ela até pensou em levar Pedro para São Paulo para fazer a cirurgia. "Tenho muitos familiares lá, mas daí o médico me disse que eu ia perder a cobertura do meu plano, e a cirurgia sairia em torno de R$ 90 a R$ 100 mil".

Foto utilizada na campanha de arrecadação de doações (Foto: Arquivo Pessoal)Foto utilizada na campanha de arrecadação de doações (Foto: Arquivo Pessoal)

A cirurgia – Como a região onde deverá ser feita a correção é de difícil acesso, a cirurgia feita será delicada e tentará ser o menos invasiva possível. "Essa cirurgia é tão importante para ele, que o médico disse que todos os problemas que ele já teve, que já foram tratados, no joelho, calcanhar, foram consequências dessa má formação", completa Karine.

Doações - Para ajudar Pedro a fazer a cirurgia o mais rápido, há a possibilidade de fazer doações tanto na conta corrente da mãe dele quanto em uma vaquinha virtual que ela abriu na internet. O número da agência de Karina é 2228, Caixa Econômica, conta corrente 31239-5. A doação também pode ser feita pelo site www.vakinha.com.br/vaquinha/cirurgia-urgente-para-o-pedro.

Critério para homossexual doar sangue é discriminatório, conclui Fachin
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin votou hoje (19) pela inconstitucionalidade de normas do Ministério da Saúde e da Agência Na...
Decreto que facilita doação de órgãos é publicado no Diário Oficial
O decreto 9.175 que altera o Sistema Nacional de Transplantes (SNT), assinado ontem (18) pelo presidente Michel Temer, está publicado no Diário Ofici...
Decreto permite que morte cerebral seja atestada sem neurologista
O presidente Michel Temer assinou hoje (18) decreto que altera o Sistema Nacional de Transplantes (SNT). O novo texto retira a possibilidade de conse...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions