A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

13/12/2018 08:43

Para recuperar carro, cabo da FAB sequestra e agride homem de 47 anos

Segundo o boletim de ocorrência, o filho da vítima procurou a polícia depois de receber uma ligação avisando que o pai havia sido sequestrado

Geisy Garnes e Bruna Pasche

Um cabo da Aeronáutica, de 25 anos, foi preso pelo sequestro de um homem de 47 anos nesta quarta-feira (13), em Campo Grande. Para a polícia, ele afirmou ter cometido o crime para recuperar um carro alugado por ele para a vítima, que também foi agredida durante o tempo em que esteve com os bandidos.

Segundo o boletim de ocorrência, o filho da vítima procurou a polícia depois de receber uma ligação avisando que o pai havia sido sequestrado. “Pegamos o seu pai. Já demos uma surra nele. Queremos o carro”.

Na chamada de vídeo feita pelo WhatsApp da vítima, os suspeitos pediam R$ 6,5 mil para liberá-la. O rapaz ainda viu que o pai estava ferido, ensanguentado e dentro de uma carro com os bancos de couro branco. Nas ligações, ele ainda recebeu várias ameaças. “Sabemos onde você trabalha e mora. Você tem filha”, teria dito um dos envolvidos no caso.

As imagens foram repassadas a equipes do GOI (Grupo de Operações e Investigações) que iniciaram as buscas pela vítima. Durante as rondas, o filho recebeu uma nova ligação, desta vez avisando que o pai foi abandonado em um hotel, próximo a antiga rodoviária.

Aos policiais a vítima contou que foi sequestrada em um posto de combustível da Avenida Afonso Pena e violentamente agredido. Dentro do carro o homem de 47 anos afirma que foi estrangulado com o cinto de segurança e teve até uma garrafa quebrada na cabeça. Ele relatou ainda que o autor do crime era o proprietário de carro alugado pelo filho meses atrás.

Para a polícia, o homem contou que alugou um Fiat Palio de um cabo da FAB (Força Aérea Brasileira) para trabalhar como motorista de aplicativo, mas que usou o veículo como pagamento de uma dívida. O veículo foi enviado para o Paraguai e ele ficou sem ter como devolver, ou pagar, o militar.

Com as investigações, os policiais identificaram o suspeito e chegaram ao endereço do cabo. Ele não estava na residência no momento, mas ainda assim as equipes permaneceram no local. Uma hora depois, o militar chegou acompanhado de quatro pessoas em um Chevrolet Astra e foi preso em flagrante.

Sem entregar os comparsas que o ajudaram no crime, ele assumiu o sequestro e detalhou que a intenção era “dar um susto” do homem, na tentativa de recuperar o carro que havia alugado para ele.

Em um Volkswagen Voyage que estava estacionado na varanda da casa do militar os investigadores encontraram manchas de sangue e até um blusa usada para “limpar” a vítima durante as agressões. Preso por extorsão mediante sequestro o cabo foi entregue a Polícia da Aeronáutica. (Matéria alterada às 11h40 para correção de informações)



Quer dizer que o sujeito leva um golpe, fica sem o carro, o golpista na boa e o dono do carro roubado ainda vai preso?
 
Lia em 13/12/2018 15:23:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions